Author Archive: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

rss feed Facebook Twitter LinkedIn

Produção científica da Universidade do Minho indexada na Web of Science 2008-2012

Produção científica da Universidade do Minho indexada na Web of Science 2008-2012

Os Serviços de Documentação da Universidade do Minho concluíram o relatório da produção científica da Universidade do Minho indexada na Web of Science de 2008 a 2012.

Este trabalho teve por base o estudo similar que a Universidade do Porto vem realizandoglasses-272401_640,  e contou aliás com a colaboração do Serviço de Melhoria Contínua da Reitoria da Universidade do Porto e do REQUIMTE – Research Metrics da Universidade do Porto, constitui um primeiro passo para um mais amplo trabalho de sistematização, análise e monitorização da produção científica da Universidade do Minho, que se pretende desenvolver e aprofundar nos próximos anos.

Por se tratar de uma primeira aproximação à análise de produção científica da Universidade do Minho, na sua divulgação entendeu-se ser conveniente sublinhar o seu âmbito e demarcar os seus objetivos. Assim,

a)     O documento não analisa, nem pretende representar, o conjunto da produção científica da Universidade do Minho (que vai muito para além das publicações referenciadas nas bases de dados ISI, sobretudo em algumas áreas disciplinares que se sabe estarem claramente sub-representadas nessas bases). O relatório reporta-se exclusivamente às publicações ISI, por serem uma das principais fontes de análise bibliográfica em termos internacionais e para permitir a comparabilidade com estudos similares. Nos próximos anos, procurar-se-á alargar o âmbito da análise a outras bases de dados referenciais (como a Scopus e outras).

b)      O presente documento, bem como os que virão a ser produzidos nos próximos anos, pretende recolher e analisar dados (ainda que parciais) sobre a produção científica da Universidade do Minho (e das suas unidades orgânicas), permitindo a comparação dos dados da UMinho quer com os dados relativos a Portugal no seu conjunto, quer com dados similares de outras universidades portuguesas. Mais do que a “fotografia” que os dados de cada ano podem proporcionar ou do que a comparação  entre as unidades orgânicas (que na maioria dos casos será desajustada, dada a desigual cobertura temática da fonte de informação utilizada e as práticas de publicação diferenciadas), importa considerar a evolução registada em diversos parâmetros, como a dimensão da contribuição da UMinho (e das suas UOEI) para o universo da produção científica nacional em análise (neste caso as publicações ISI), o impacto médio absoluto e comparativo com o todo nacional, a percentagem das publicações com colaboração internacional e a distribuição geográfica dessas colaborações, etc.

 O relatório está disponível em acesso aberto em:

http://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/29377

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 19 de Junho de 2014 Read More →
How Open Is It? Espetro do Acesso Aberto em Português

How Open Is It? Espetro do Acesso Aberto em Português

Os Serviços de Documentação da Universidade do Minho em colaboração com a PLOS levaram a cabo a tradução para português do guia HowOpenIsIt? Espetro do Acesso Aberto. Este guia pretende ser um suporte de apoio para compreender os componentes que definem as revistas científicas em Acesso Aberto, reconhecer o que faz uma revista científica ser mais ou menos aberta e tomar decisões informadas sobre onde publicar.

O guia está disponível no website da iniciativa em PDF e licenciado sob CC BY.

 

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 13 de Junho de 2014 Read More →
Reunião de início do Projeto PASTEUR4OA

Reunião de início do Projeto PASTEUR4OA

No dia 21 de fevereiro de 2014 teve lugar no Centro Avançado de Formação Pós-Graduada da UMinho, em Couros – Guimarães, a reunião que deu início ao projeto PASTEUR4OA, financiado pelo 7º Programa-Quadro da CE, do qual a UMinho é parceira. Estiveram reunidos 23 representantes dos 15 parceiros que constituem o consórcio do projeto.

Foi apresentado o plano de trabalho para os 36 meses de duração do projeto e discutidas as estratégias para atingir os objetivos propostos que passam pela construção de uma rede de centros de especialidade em cada estado membro e países vizinhos designada por ‘Knowledge Net’ que envolva decisores políticos, financiadores e instituições que realizam investigação.


PASTEUR4OA (www.pasteur4oa.eu), sigla de Open Access Policy Alignment Strategies for European Union Research, visa apoiar e incentivar o desenvolvimento de  políticas de Acesso Aberto e Dados Abertos na União Europeia de acordo com a recomendação da CE (http://eur-lex.europa.eu/LexUriServ/LexUriServ.do?uri=CELEX:32012H0417:PT:NOT) de julho de 2012, com vista a manter um alinhamento com a política do Horizonte 2020 sobre o acesso à investigação financiada pela Comissão Europeia.

Siga a atividade do projeto através:

Facebook   |   Twittter

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 24 de Fevereiro de 2014 Read More →
Diretrizes MedOANet para a implementação de políticas de acesso aberto

Diretrizes MedOANet para a implementação de políticas de acesso aberto

As Diretrizes para a Implementação de Políticas de Acesso Aberto foram produzidas no âmbito do Projeto MedOANet (Mediterranean Open Access Network – www.medoanet.eu), financiado pelo 7º PQ da Comissão Europeia. Têm como objetivo o desenvolvimento de políticas coordenadas nos seis países do Mediterrâneo que participam no projeto disponibilizando orientações concisas para o desenvolvimento de políticas convergentes em França, Grécia, Itália, Portugal, Espanha e Turquia e são dirigidas aos decisores políticos e outras partes interessadas, especificamente a organizações que realizam investigação e a financiadores de investigação.

As diretrizes têm em conta as melhores práticas e os recentes desenvolvimentos Europeus, em particular, a Recomendação e a Comunicação da Comissão Europeia sobre acesso, preservação e disseminação da informação científica (2012) e o planeado para o Horizonte 2020. Foram também usados outros documentos relevantes entre os quais os produzidos recentemente pela UNESCO, League of European Research Universities, European University Association, Science Europe entre outros, assim como os resultados dos inquéritos por questionário realizados pelo projeto nos seis países.

Mais especificamente as diretrizes:

  • Apresentam os conceitos essenciais no que diz respeito ao acesso aberto
  • Sintetizam os passos principais no processo de desenvolvimento de uma política
  • Apresentam os componentes mais importantes de uma política institucional e de uma política de um financiador de ciência
  • Sugerem modelos de políticas para organizações que realizam investigação científica e financiadores de ciência
  • Apresentam boas práticas de desenvolvimento de políticas de instituições que realizam investigação e financiadores

O documento está disponível para download através do link.

Se é do seu interesse ter a cópia do documento em formato impresso, por favor, contacte-nos através do endereço de email: openaccess@sdum.uminho.pt

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 19 de Dezembro de 2013 Read More →
FOSTER and PASTEUR4OA Kick-off meetings

FOSTER and PASTEUR4OA Kick-off meetings

The University of Minho, consortium member of  FOSTER Project and PASTEUR4OA Project, is pleased to host the jointly organized Kick-off Meetings of both projects. The event will take place at Centro Avançado de Formação Pós-Graduada, in Guimarães, Portugal, from 20 to 21 February 2014.

Considering the complementarities and needed collaboration between them, and the fact  that some partners participate in both projects, jointly organizing the  kick-off meetings of FOSTER and PASTEUR4OA projects, was a natural decision.

The purpose of these meetings is to officially start up the projects,  and also establish a common understanding of goals, work to be carried out by each partner, outline the difficulties envisaged, and possible resolution procedures.

FOSTER (http://www.fosteropenscience.eu) is the acronym of Fostering Open Science Training for European Research. It is a coordination initiative that aims to support different stakeholders, especially young researchers, in adopting open access in the context of the European Research Area (ERA) and in complying with the open access policies and rules of participation set out for Horizon 2020 (H2020).

PASTEUR4OA (http://www.pasteur4oa.eu) Open Access Policy Alignment Strategies for European Union Research aims to support the European Commission’s Recommendation to Member States of July 2012 that they develop and implement policies to ensure Open Access to all outputs from publicly-funded research.


about | venue | accommodation | travel | city of Guimarães | contact

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 10 de Dezembro de 2013 Read More →
Exposição: Uma Década de Acesso Aberto na UMinho

Exposição: Uma Década de Acesso Aberto na UMinho

Criado em 2003, no seio da iniciativa e-UM (Campus Virtual – Universidade do Minho), o Repositório Institucional da Universidade do Minho – RepositóriUM – reúne presentemente mais de 24.500 documentos e acaba de atingir outro marco significativo na sua história – ultrapassou os 10.000.000 downloads, dos quais mais de 1.904.000 somente em 2013, oriundos de 235 países e territórios de todo o mundo.

Para assinalar o décimo aniversário do RepositóriUM os Serviços de Documentação organizaram a exposição ‘Uma década de Acesso Aberto na UMinho’ que dá a conhecer um pouco da história do RepositóriUM e do seu impacto, dentro e fora da UMinho.

Os marcos mais significativos estão ilustrados na Timeline Open Access UMinho, ponto 1 da exposição, e representam atividades e iniciativas que contribuíram para o desenvolvimento e consolidação do RepositóriUM e do Acesso Aberto no contexto nacional e internacional.

A exposição comemorativa dos 10 anos do RepositóriUM foi inspirada na Timeline e organizada em 10 seções que reúnem um conjunto de objetos, folhetos informativos, documentos oficiais e outros recursos ilustrativos dos acontecimentos mais relevantes.

O livreto da exposição está disponível para consulta.

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 21 de Novembro de 2013 Read More →
Conferência Europeia do Projeto MedOANet

Conferência Europeia do Projeto MedOANet

Decorreu nos dias 17 e 18 de outubro de 2013, em Atenas, a conferência final do MedOANet organizada pelo coordenador do projeto (EKT/NHRF).

O foco do projeto MedOANET, durante os dois da sua duração, foi a definição e implementação de políticas de acesso aberto coordenadas em seis países do Mediterrâneo: Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia e Turquia.

Neste evento pretendeu-se apresentar os resultados do projeto situando-os num contexto mais amplo à escala Europeia. A conferência iniciou-se com uma mensagem vídeo da Comissária Europeia para a Investigação, Inovação e Ciência, Máire Geoghegan-Quinn, que afirmou a importância do projeto MedOANet na coordenação de políticas de acesso aberto.

A conferência do MedOANET proporcionou um fórum de discussão sobre as melhores práticas na implementação e definição de políticas de acesso aberto na Europa, quer por instituições que realizam investigação científica, quer por financiadores de ciência. O evento possibiliotu também com uma discussão sobre o papel do acesso aberto no âmbito do Espaço Europeu da Investigação por representantes da Comissão Europeia e outros importantes atores envolvidos na implementação do Espaço Europeu da Investigação, como a European University Association, a League of European Research Universities e Science Europe.

Relativamente à participação portuguesa, estiveram presentes quatro pessoas (dois membros da equipa da UMinho que participa no projeto, e dois membros do grupo de trabalho nacional português do MedOANet), que realizaram três apresentações. Vasco Vaz, do Departamento da Sociedade da Informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, contextualizou as iniciativas e a corrente situação do acesso aberto em Portugal e apresentou a proposta de políticas de acesso aberto da FCT. Eloy Rodrigues, dos Servições de Documentação da Universidade do Minho, descreveu o processo de implementação e monitorização do mandato de acesso aberto da Universidade do Minho e informou sobre o novo projeto europeu coordenado pelos SDUM – FOSTER (Facilitate Open Science for European Research).

As apresentações estão acessíveis no website do evento em: http://openaccess.gr/conferences/conference2013/programme.dot

Resumo da conferência realizado por Lluís Anglada disponível em: http://www.ub.edu/blokdebid/ca/content/politicas-de-acesso-aberto-nos-paises-do-sul-da-europa

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 1 de Novembro de 2013 Read More →
Bibliotecários da Universitat Politècnica de València na UMinho

Bibliotecários da Universitat Politècnica de València na UMinho

Estiveram de visita ao Gabinete de Projetos de Acesso Aberto, no dia 13 de junho de 2013, Javier Hernández  (Conselho editorial da Databib) e Francisco Galindo  (Gestor do repositório RiuNet) ambos bibliotecários da Universitat Politècnica de València a realizar Erasmus em Portugal.

O programa de trabalho foi repartido entre a Universidade do Porto e a Universidade do Minho. Aqui permaneceram durante um dia centrando os seus interesses no trabalho desenvolvido no âmbito do RepositóriUM. Incluiu não só a troca de experiências relativas aos fluxos de trabalho, processos de depósito e integração com sistemas CRIS, mas também o conhecimento mais detalhado da política de Acesso Aberto da UMinho desde a sua implementação passando pela sua monitorização e controlo.

Ainda foram apresentados os projetos de acesso aberto a decorrer na UMinho assim como os desenvolvidos em termos de dados científicos.

Apesar da curta visita não deixou de ser mais uma oportunidade de interação e partilha sempre enriquecedora para ambas as partes.

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 17 de Junho de 2013 Read More →
<!--:pt-->Relatório sobre o Workshop Europeu do Projeto MedOANet<!--:--><!--:en-->MedOANet Report on the European Workshop Released<!--:-->

Relatório sobre o Workshop Europeu do Projeto MedOANetMedOANet Report on the European Workshop Released

O Workshop Europeu, organizado no âmbito do Projeto MedOAnet, ficou concluído com a publicação do relatório que, para além de descrever a metodologia utilizada na organização das sessões de trabalho, apresenta não só os resultados de cada sessão mas também as conclusões e recomendações para a implementação de políticas de acesso aberto em instituições que desenvolvem investigação científica e por financiadores de ciência.

O Workshop Europeu realizou-se no dia 6 de fevereiro de 2013, na Universidade do Minho, com o objetivo de reunir membros dos grupos de trabalho dos seis países do sul da Europa que integram a rede do projeto MedOANet de que fazem parte: Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia e Turquia.

Para além da troca de experiências e conhecimentos entre representantes de instituições que desenvolvem investigação científica, financiadores de ciência e editores científicos da rede MedOAnet proporcionou-se a interação com pessoas de outros projetos como são exemplo OpenAIREplus e COAR.

O relatório está disponível através do website do MedOAnet em:

http://www.medoanet.eu/news/medoanet-report-european-workshop-released

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 13 de Junho de 2013 Read More →
Repositórios de Acesso Aberto e Preservação Digital

Repositórios de Acesso Aberto e Preservação Digital

Os Serviços de Documentação da Universidade do Minho (SDUM) disponibilizam mais um folheto informativo desta vez dedicado ao tema da preservação digital no âmbito dos repositórios de acesso aberto. Teve como base o estudo “Estado da Arte em Preservação Digital”, apresentado em fevereiro de 2012 e disponível em: http://hdl.handle.net/1822/17049

Para além de uma contextualização geral do conceito de preservação digital procurou-se fazer o seu enquadramento nos repositórios de acesso aberto e exemplificar os projetos, as arquiteturas e as estratégias que têm demonstrado resultados significativos nesta área.

Este folheto informativo está disponível aqui.

Pode ser consultado também no Scribd:

Preservacao Digital Briefing Paper

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 21 de Março de 2013 Read More →
The MedOANet European Workshop Press Release

The MedOANet European Workshop Press Release

The MedOANet European Workshop took place at the University of Minho, Braga – Portugal, on the 6th February, 2013, included in a larger event, the UMinho Open Access Seminar, which brought together the MedOANet European Workshop and the OpenAIRE Interoperability Workshop, offering also public sessions on Open Access policies, open science, data repositories, interoperability and research infrastructures.

The main goal of the MedOANet European Workshop was to bring together decision-makers and task force representatives from the six Mediterranean countries: Portugal, Spain, France, Italy, Greece and Turkey.  The event gathered 42 participants, comprising experts, project partners and task force members.

The MedOANet European Workshop included presentations by the project partners with a brief overview on Open Access in the six Mediterranean countries and allowed participants to engage in discussion into two parallel sessions addressed to Research Funders and Research Performing Organizations’ representatives.  On both sessions issues on policy definition, policy implementation and sustainability, and policy enforcing and monitoring were addressed in the perspective of Research Funders and Research Performing Organizations.

The general and preliminary conclusions stressed the regional diversity (levels of awareness and involvement of stakeholders across the countries), the limited coordination at different levels (national, regional and within the European context) on the Mediterranean countries and the need to strengthen the advocacy and awareness efforts and make them permanent. Finally, a strong recommendation has been issued to improve the convergence, alignment and coordination of policies at regional level, using the European Commission’s policies and documents (especially the Communication and the Recommendation to member states from July 2012) as the general framework and model for this purpose.

As a result of the MedOANet European Workshop, a report with conclusions and recommendations will be produced soon, combined with Guidelines for policy makers that will be issued in the coming months, with a view to the effective implementation of the Commission’s recommendations on Open Access to scientific information.

The presentations can be found at the UMinho Open Access Seminar website: [http://openaccess.sdum.uminho.pt/?page_id=1791]

Press Release [PDF]

MedOANet (Mediterranean Open Access Network) addresses the necessity for coordinated strategies and policies in Open Access to scientific information in Europe.  The project’s goal is to enhance existing policies, strategies and structures for Open Access and to contribute towards the implementation of new ones in six Mediterranean countries: Greece, Turkey, Italy, France, Spain and Portugal.  It will also promote national and regional coordination of policies, strategies and structures in these six countries and beyond. The consortium comprises organizations from nine countries with key roles in issues of access to, dissemination and preservation of research.

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 14 de Fevereiro de 2013 Read More →
Open Access Tracker

Open Access Tracker

O projeto MedOANet tem o prazer de anunciar o lançamento da ferramenta online ‘Open Access Tracker’.

MedOANet (Mediterranean Open Access Network) é um projeto de dois anos financiado pelo programa Ciência e Sociedade do 7º Programa-Quadro da Comissão Europeia. O projeto pretende reforçar políticas existentes, estratégias e estruturas de acesso aberto e contribuir para a implementação de novas políticas, estruturas e estratégias nos seis países do Mediterrâneo: Grécia, Turquia, Itália, França, Espanha e Portugal.

A fim de manter o controlo dos avanços do acesso aberto nestes países, observar o seu crescimento e ter uma visão em tempo real do estado de arte, tendo por base fontes oficiais, desenvolveu-se uma ferramenta online designada por ‘Open Access Tracker’.
O ‘Open Access Tracker’ reúne informação sobre revistas científicas, repositórios em acesso aberto, políticas institucionais, políticas de financiadores e de editores representando as atividades de acesso aberto nos seus países.

O ‘tracker’ agrega informação de serviços autorizados como o DOAJ, SHERPA/RoMEO, SHERPA/Juliet, OpenDOAR e ROARMAP. Mostra o crescimento dos diferentes tipos de atividades de acesso aberto e de políticas em números, permitindo criar um perfil de cada país, mas também apresentar o crescimento deste tipos de recursos de uma forma visual por país e por ano como representado nas fontes externas que utiliza. O ‘tracker’ pretende incentivar a comunidade de interessados a registar os seus recursos em acesso aberto nestes serviços, de modo a que estes dados sejam recolhidos e agregados no ‘tracker’, como forma de aumentar o grau de precisão das informações sobre o estado do acesso aberto nos seis países participantes.

O ‘Open Access Tracker’ tem funções de Navegação e de Procura que permitem encontrar muito facilmente a informação recolhida.

O ‘Open Access Tracker’ permite:

  •  Ter uma visão geral do acesso aberto em tempo real dos seis países
  • Disseminar atividades sobre acesso aberto a decorrer com referência a revistas científicas, repositórios e políticas
  • Saber quais as políticas de acesso aberto dos editores científicos e dos financiadores de ciência do Mediterrâneo
  • Comparar as tendências de acesso aberto no Mediterrâneo
  • Observar o crescimento anual dos recursos de acesso aberto
  • Ter uma ferramenta para promover o acesso aberto com dados que suportem as atividades de disseminação

Experimente o ‘Open Access Tracker’ do MedOANet!

http://www.medoanet.eu/open-access-tracker-information

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 13 de Dezembro de 2012 0 Comments Read More →
Repositórios em Acesso Aberto e as Licenças Creative Commons

Repositórios em Acesso Aberto e as Licenças Creative Commons

Em comemoração dos 10 anos dos Creative Commons, os Serviços de Documentação da Universidade do Minho (SDUM) publicam mais um folheto informativo desta vez dedicado à utilização das licenças Creative Commons em repositórios em acesso aberto.

Para além de ajudar a clarificar de que forma as licenças CC podem ser usadas no âmbito dos repositórios em acesso aberto, descreve o procedimento para gerar uma licença CC e aplicá-la num trabalho que vai ser distribuído através da Internet.
Este folheto informativo está disponível aqui.
Pode ser consultado também no Scribd:

Licencas CC Briefing Paper

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 10 de Dezembro de 2012 Read More →
Implementar Mandatos de Acesso Aberto na Europa

Implementar Mandatos de Acesso Aberto na Europa

Birgit Schmidt e Iryna Kuchma são as autoras do livro ‘Implementing Open Access Mandates in Europe’ que surge do estudo do OpenAIRE sobre o desenvolvimento de comunidades de repositórios de acesso aberto na Europa. Estão envolvidos nesta análise 32 países europeus e ainda a Noruega, Islândia, Croácia, Suíça e Turquia.

As autoras pretendem caracterizar as políticas de auto-arquivo dos editores, assim como as estratégias para as colocar em prática. Descrevem os mandatos de acesso aberto europeus de financiadores de ciência e institucionais e as estratégias usadas na sua implementação. Salientam a continuidade do OpenAIRE através do OpenAIREplus que, para além de objetivar o aumento do número de publicações em acesso aberto, pretende ligar essas publicações com os respetivos dados científicos e acrescentar informação sobre o seu financiamento.

O mandato da UMinho é um dos exemplos mencionados no livro que inclui os requisitos e as estratégias que a UMinho delineou e que contribuíram para o sucesso desta iniciativa. Estão também descritas algumas das atividades e projetos portugueses que têm permitido fortalecer o acesso aberto a nível nacional e internacional.

O livro está disponível em: http://webdoc.sub.gwdg.de/univerlag/2012/oa_mandates.pdf

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 29 de Novembro de 2012 0 Comments Read More →
[infográfico] 9º Aniversário do RepositóriUM

[infográfico] 9º Aniversário do RepositóriUM

Infográfico comemorativo do 9º aniversário do RepositóriUM!

Consulte a notícia.

 

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 22 de Novembro de 2012 Read More →