Author Archive: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

rss feed

Atualização do RepositóriUM para DSpace 4

Atualização do RepositóriUM para DSpace 4

Na passagem do seu 11.º aniversário, com o intuito de acompanhar a evolução tecnológica, garantir a segurança e a qualidade do serviço que presta, o RepositóriUM acaba de atualizar a plataforma que lhe serve como suporte (DSpace) para a versão 4. Na sequência desta migração, o repositório institucional da Universidade do Minho apresenta-se agora com uma interface gráfica totalmente nova, que lhe oferece uma experiência totalmente nova em termos de usabilidade, bem como um conjunto alargado de melhorias e novas funcionalidades!

Apresenta-se em seguida um resumo de algumas das novidades mais relevantes disponíveis nesta versão:

Novas Funcionalidades:

    • Nova interface gráfica: A nova interface gráfica baseia-se na versão JSPUI (Bootstrap-based) do sistema DSpace e apresenta uma aparência mais “moderna” e mais próxima da linha gráfica dos sites institucionais da UMinho. A nova interface é também “responsive” (ou seja, adapta-se automaticamente ao dispositivo e à resolução na qual está a ser visualizado).
    • Novas formas de depositar: Para além do depósito padrão (através do preenchimento de um formulário para recolha da informação sobre o documento), já existente nas versões anteriores, existem agora duas novas formas de depositar: 1) Depósito a partir de um identificador – Nesta modalidade o depositante pode pré-carregar metadados relativos ao seu documento a partir de um identificador (ex. DOI, PubMed ID, arXiv ID,…); 2) Depósito a partir de um ficheiro – Nesta modalidade o depositante poderá pré-carregar metadados relativos ao documento em depósito, mas a partir de um ficheiro de formato bibliográfico (ex. formato “ris”, “endnote” ou “arXivXML”,…).
    • Ajuda em contexto sobre copyright e versões a depositar: Com base numa API do serviço SHERPA/RoMEO e com intuito esclarecer dúvidas sobre copyright e de facilitar na seleção da versão que poderá auto-arquivar no RepositóriUM, passa a estar disponível na fase de carregamento do(s) ficheiro(s) (upload) uma área com informação relevante sobre a publicação que está a depositar.
    • Novo motor de pesquisa e filtros de refinamento: O motor de pesquisa da plataforma foi alvo de diversos melhoramentos. Neste momento as pesquisas passarão a ser insensíveis a acentos (diacríticos) e passam a ser apresentadas sugestões para a pesquisa em curso (“did you mean”). Ao nível da descoberta dos conteúdos foram também acrescentados filtros por autores, assuntos e datas de publicação que permitirão um melhor refinamento da informação recuperada.
    • Ferramentas para importação de metadados: Ao nível das ferramentas de administração passou a ser possível promover a importação de metadados em batch (em lote) com base em vários formatos bibliográficos conhecidos (ex. pubmedXML, crossRefXML, arXivXML, ciniiXML, bibtex, ris, endnote, csv, tsv).
    • Melhoramentos ao nível da indexação com o Google: Para efeitos de uma melhor indexação e da recuperação dos conteúdos arquivados no RepositóriUM foram introduzidos diversos melhoramentos e otimizações no sistema recomendadas pela Google.
    • Swordv2: Neste caso, para efeitos específicos de interoperabilidade com outros sistemas, o RepositóriUM passou a dispor em funcionamento de uma versão atualizada do protocolo Swordv2.

Apesar de se já se encontrar ativa há alguns meses, será ainda de referir a integração do RepositóriUM com Intranet da UMinho, com a qual a forma de nome dos autores da UMinho passa a estar ligada à Intranet da UMinho. Na sua área de informação profissional os membros da UMinho podem agora definir uma forma de nome científico preferencial para efeitos do RepositóriUM, o que permite desambiguar e consolidar os nomes dos autores da UMinho. A este respeito da identificação dos autores, tão rapidamente quanto possível, também se pretende realizar a integração com o sistema ORCID.

Outras melhorias:

    • UMinho Statistics Add-on: O add-on de estatísticas do RepositóriUM sofreu uma profunda remodelação com o intuito de o refrescar e de o aproximar ao novo modelo de navegação desta nova versão, os gráficos apresentam-se agora mais interativos (baseados em javascript) e também de acordo com a nova linha gráfica. Ao nível das comunidades e coleções foi incluída mais informação (tops e gráficos) e de um modo geral foram ainda incluídas novas estatísticas, bem como atualizada a base de dados de países (e respetiva API) para uma maior precisão nos dados apresentados.
    • Add-on First Page: O Add-on First Page é uma novidade e foi desenvolvido com o intuito acrescentar uma folha de rosto com informação (metadados) proveniente do RepositóriUM e dessa forma permitir uma melhor referenciação e contextualização dos documentos após o seu download do RepositóriUM ou quando acedidos diretamente através de motores de busca externos ao sistema (ex. Google) e em que se pode perder o contexto. Sendo configurável, nesta fase encontra-se apenas aplicado nas teses de doutoramento e nas dissertações de mestrado.
    • Request Copy (pedido de cópia ao autor) Nesta versão do RepositóriUM, o Request Copy já se encontra integrado nas funcionalidades de base do sistema, porém foram introduzidas melhorias no sentido de possibilitar o envio dos pedidos de cópia de diretamente para o(s) contacto(s) definido(s) pelo(s) autor(es) nos formulários de depósito ao invés do contacto do depositante (que poderá não ser o autor). Neste particular, foi ainda acrescentado um mecanismo de captcha (Completely Automated Public Turing test to tell Computers and Humans Apart), ou seja, uma ferramenta anti-spam para se evitar pedidos indesejados.
    • Expand/collapse da página de Comunidades & Coleções: Esta funcionalidade de expand/collapse que possibilita minimizar a (extensa) lista de Comunidades & Coleções e mostrar/ocultar toda a estrutura de sub-comunidades/coleções já existia na versão anterior do RepositóriUM, mas nesta versão foram introduzidas melhorias ao nível do seu funcionamento, bem como a sua conjugação com a nova linha gráfica.
    • Melhoramentos nos formulários de depósito: Foram introduzidos melhoramentos no layout dos formulários de depósito para uma maior legibilidade e usabilidade. Adicionalmente, alguns dos campos passaram a estar ligados a listas autoritativas que permitem completar a informação de forma mais simples e consolidada (preenchimento por “suggest”).

Estas e mais novidades encontram-se a partir de agora disponíveis no RepositóriUM, por esta e outras razões sugerimos que revistem o repositório institucional da Universidade do Minho, consultem a produção científica produzida na UMinho e partilhem conhecimento científico!

Por fim, sobre esta atualização do RepositóriUM, caso tenha dúvidas, questões ou nos queira transmitir os seus comentários, poderá faze-lo contactando-nos através de correio electrónico: repositorium@sdum.uminho.pt

Ainda sobre o DSpace 4.x:

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 28 de Novembro de 2014 Read More →
Semana Internacional do Acesso Aberto 2014

Semana Internacional do Acesso Aberto 2014

A Universidade do Minho (UMinho) associa-se às instituições que a nível mundial promovem a Semana Internacional do Acesso Aberto (Open Access Week) entre os dias 20 e 26 de Outubro. No conjunto de iniciativas previstas na UMinho, destaque para a participação de membros da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da UMinho (SDUM) em vários webinars sob a égide do projeto OpenAIRE – Infraestrutura de Acesso Aberto para a Investigação na Europa.

O primeiro webinar será dedicado ao serviços do Portal OpenAIRE no dia 20 de outubro (segunda-feira às 14H00), seguindo-se na terça-feira um sobre o piloto de dados abertos do Horizonte 2020 (H2020) – Horizon 2020 Open Research Data Pilot (14H00) e na quarta-feira outro sobre a adoção e implementação das políticas de Open Access no quadro do H2020 – Horizon 2020 Open Access to Publications Mandate (14H00). Toda a Informação dos webinars pode ser consultada em: http://www.openaire.eu/news/news-events/oaw14-openaireplus-webinar e as inscrições podem ser feitas em: http://tinyurl.com/ktrgqhj.

OpenAIRE_OAW2014_webinar3

Estas sessões são particularmente dirigidas aos investigadores envolvidos em projetos financiados pela Comissão Europeia no âmbito do 7º programa-quadro ou Horizonte 2020 e que têm que cumprir os requisitos de Acesso Aberto previstos nestes programas.

Para além destas ações, a Open Access Week será assinalada na UMinho com diversas iniciativas de divulgação e promoção, através do RepositóriUM e outros sites geridos pelos SDUM, da dinamização de redes sociais, da afixação de cartazes  e da utilização de t-shirts alusivas à semana pelo staff das bibliotecas da UMinho.

uminho_oaw2014Recorde-se que a Semana Internacional do Acesso Aberto constitui um evento global que pretende promover a divulgação de iniciativas e projetos no domínio do Acesso Aberto e a “Open Access Week 2014” será dinamizada por algumas centenas de instituições, grupos e associações vários países, com iniciativas programadas no decurso da semana. A informação relativa ao evento internacional está disponível no sítio www.openaccessweek.org.

Em Portugal, a Semana Internacional do Acesso Aberto tem a adesão de Universidades, Institutos Politécnicos e Centros de Investigação que reconhecem no Acesso Aberto uma condição necessária para que o sistema de comunicação científica promova a eficiência e o progresso científico. Toda a informação das atividades em Portugal, onde se inclui o calendário de ações a realizar e as instituições aderentes, pode ser encontrada em www.acessolivre.pt/semana.

Para mais informações sobre o evento contactar: openaccess@sdum.uminho.pt ou tel. 253604155.

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 17 de Outubro de 2014 Read More →
Migração do RepositóriUM para DSpace 3.2

Migração do RepositóriUM para DSpace 3.2

Com o intuito de acompanhar a evolução tecnológica, garantir a qualidade e a segurança do serviço que presta, bem como melhorar e apresentar novas funcionalidades aos seus utilizadores, o RepositóriUM atualizou recentemente a plataforma que lhe serve como suporte para a versão 3.2 do DSpace.

Neste processo de atualização, considerou-se a manutenção da interface JSPUI e pressupôs-se que todas as características e add-ons atuais do RepositóriUM seriam mantidos, pretendeu-se também introduzir melhorias, instalar novos add-ons e configurar as novas funcionalidades desta nova versão do DSpace em consonância com a realidade local.

Novas Funcionalidades:

Novo Interface OAI-PMH – Este novo interface OAI-PMH (http://repositorium.sdum.uminho.pt/oai/oai?verb=Identify) baseia-se no conceito inicial do add-on desenvolvido no âmbito do Projeto RCAAP (add-on OAIextended) que permite a configuração de conjuntos (sets) de informação organizados com base em determinados requisitos. A aplicação prática destes conjuntos é a possibilidade de disponibilizar informação com base nas diretrizes DRIVER, OpenAIRE ou outras. Permite configurar, através de filtros e modificadores, todo o conteúdo do repositório. Para consultar, filtrar e modificar o conteúdo, usa o SOLR, permitindo assim devolver um grande número de informação em muito pouco tempo;

Interface Mobile – Foi ativada uma interface mobile para o RepositóriUM (http://repositorium.sdum.uminho.pt/xmlui/) com o intuito de melhor corresponder aos requisitos específicos de telemóveis, tablets, etc. Na prática, uma interface deste tipo caracteriza-se por um look & feel semelhante aos das aplicações mobile e a possibilidade de manuseamento através de inputs específicos destes dispositivos como: swipe, touch, etc.;

Nova navegação por Comunidades&Coleções – Esta funcionalidade permite minimizar a (extensa) lista de Comunidades&Coleções (http://repositorium.sdum.uminho.pt/community-list) e mostrar/ocultar toda a estrutura de sub-comunidades/coleções que está implementada no RepositóriUM. Neste caso, registamos um especial agradecimento à Universidade de Évora e à equipa que gere o seu repositório institucional, que gentilmente nos facultou know-how já adquirido para readaptar esta funcionalidade;

Exibição de citações – Com base numa API da SCOPUS e em metadados específicos dos registos do RepositóriUM (campo DOI – criado específicamente),  quando aplicável, passaram a ser disponibilizadas o número de citações registadas na SCOPUS associadas a esses registos (exemplo de um registo no RepositóriUM: http://hdl.handle.net/1822/23429);

Ativação de Authority Control nos formulários de depósito – Nos formulários de depósito,  nomeadamente nos campos “Editora” e “Revista”, passou a estar disponível uma lista autoritativa de correspondência com base numa API do serviço SHERPA/RoMEO para o efeito;

Vocabulários controlados – Ainda em fase de testes, os formulários de depósito passarão a incluir a possibilidade de introduzir as áreas científicas de acordo com o Fields of Science and Technology (FOS) e a sua ulterior pesquisa  no RepositóriUM (https://repositorium.sdum.uminho.pt/subject-search).

Melhorias:

Add-on Request Copy (pedido de cópia) – O add-on Request Copy foi reformulado por forma a permitir o envio dos pedidos de cópia de diretamente para o(s) contacto(s) do(s) autor(es) ao invés do depositante. Adicionalmente, foi introduzido um mecanismo de captcha (Completely Automated Public Turing test to tell Computers and Humans Apart), ou seja, uma ferramenta anti-spam;

UMinho Statistics Add-on – O add-on de estatísticas desenvolvido pela UMinho foi completamente revisto para possibilitar uma maior eficiência na gestão de grandes volumes de dados e adiconalmente foram introduzidas novas estatísticas;

Integração do RepositóriUM com Intranet da UMinho – Ainda em fase de testes, para efeito de autoridades, os autores da Universidade do Minho passarão a estar ligados à Intranet da instituição e dessa forma possibilitar desambiguar, consolidar autoridades e criar índices de autores internos, etc.

Ainda sobre o DSpace 3.2:

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 18 de Fevereiro de 2014 Read More →
Webometrics Ranking (Edição Janeiro de 2014)

Webometrics Ranking (Edição Janeiro de 2014)

Foi dada a conhecer a última edição do Webometrics Ranking, com base em dados recolhidos durante os primeiros dias de janeiro de 2014, disponibilizando rankings que contemplam informação de instituições de ensino superior de todo o mundo (agora mais de 22.000!), classificadas de acordo com seu desempenho termos académicos/investigação, prestígio, visibilidade internacional, bem como, o seu compromisso relativamente a políticas de Acesso Aberto à sua produção científica.

Ranking Web of Repositories

Nesta edição do Ranking Web of Repositories a análise baseou em mais de 1.746 repositórios a nível mundial, sendo que a listagem é liderada por repositórios temáticos e o top 5 composto por: Arxiv.org e-Print Archive; Social Science Research NetworkSmithsonian/NASA Astrophysics Data System, Europe PubMed CentralResearch Papers in Economics.

Neste top mundial, em termos nacionais será de salientar a prestação do RepositóriUM, repositório institucional da Universidade do Minho, que continua o repositório português melhor posicionado, ocupando nesta edição a 28ª posição em termos mundiais absolutos! Contudo, considerando apenas repositórios institucionais, ou seja, excluindo repositórios temáticos, que ocupam os primeiros lugares por congregar publicações de milhares de autores de múltiplas instituições, o RepositóriUM ocupa o 19º lugar em termos mundiais, o 13º em termos europeus.

No contexto nacional será também de realçar globalmente a boa prestação dos repositórios portugueses, destacamos nesta edição o top 10 composto por:

Recorde-se que este ranking produzido pelo Centro Superior de Investigaciones Científicas (CSIC) visa medir o impacto e a visibilidade das universidades na Web e apresenta os seus resultados com base em quatro indicadores: Presença, que mede o volume de informação publicada na web; Impacto, construído a partir dos links recebidos de terceiros; Abertura, a contagem do número de documentos que estão disponíveis a partir de repositórios científicos e Excelência, que inclui apenas os artigos de qualidade e que estão entre os 10% mais citados dentro cada disciplina.

Por fim, para além do ranking dos repositórios, no portal Webometrics poderemos ainda encontrar outros rankings relativos a Universidades (11.992),  Centros de investigação (7.761), Hospitais (11.997) e Escolas de Economia e gestão (1268).

Para informações mais detalhadas, poderá consultar o portal Webometrics: http://repositories.webometrics.info

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 13 de Fevereiro de 2014 Read More →
RepositóriUM ao serviço dos investigadores e da UMinho – vídeo da mesa redonda realizada na sessão comemorativa dos 10 anos do RepositoriUM

RepositóriUM ao serviço dos investigadores e da UMinho – vídeo da mesa redonda realizada na sessão comemorativa dos 10 anos do RepositoriUM

No âmbito das Comemorações do 10 aniversário do RepositoriUM, decorreu no passado dia 20 de novembro uma sessão comemorativa que contou com a presença do Reitor da Universidade do Minho e onde se assinalou e refletiu sobre o caminho percorrido nesta década  pelo RepositóriUM, pela Universidade do Minho, e também pelo movimento do Acesso Aberto a nível nacional e internacional.

No programa da sessão comemorativa realizou-se um breve mas enriquecedor debate com investigadores da Universidade do Minho sob o tema “RepositóriUM: ao serviço dos investigadores, das UOEI e da UMinho“. Vale a pena ver e recordar esta sessão, consultando o vídeo com a gravação desta mesa redonda onde os Professores Eugénio Ferreira, José Manuel Meijome e Manuel Curado testemunharam sobre como o RepositoriUM esteve e está ao serviço do seu trabalho de investigação e das unidades orgânicas da Universidade, apontando também desafios e interrogações para o futuro.

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 17 de Dezembro de 2013 Read More →
Apresentação do livro: “Uma Década de Acesso Aberto na UMinho e no Mundo”

Apresentação do livro: “Uma Década de Acesso Aberto na UMinho e no Mundo”

No decurso da sessão comemorativa do 10.º aniversário do RepositóriUM, foi apresentado oficialmente pela Professora Ana Alice Baptista o livro: “Uma Década de Acesso Aberto na UMinho e no Mundo”, que reúne contributos de alguns dos mais ativos protagonistas e impulsionadores dos avanços da última década e que oferece uma ampla panorâmica da evolução e da situação atual do Acesso Aberto.

Ao longo dos quinze capitulos desta obra editada por Eloy Rodrigues, Alma Swan e Ana Alice Batista, podem ser aferidas múltiplas perspetivas e realidades sobre o Acesso Aberto e os repósitorios à escala global.

Nos dez anos que se seguiram à sua criação, o RepositóriUM consolidou-se como um serviço estável e relevante no contexto da Universidade do Minho, catalisador de desenvolvimentos significativos no panorama nacional e de grande visibilidade e reconhecimento internacional, e simultaneamente o Acesso Aberto conheceu notáveis evoluções em Portugal e no mundo. Este livro, que assinala e celebra o décimo aniversário do RepositóriUM, ilustra estes progressos do Acesso Aberto, em especial através dos repositórios.

A versão digital do livro encontra-se acessível no RepositóriUM em:

http://hdl.handle.net/1822/26144

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 21 de Novembro de 2013 Read More →
Participação da UMinho na “Open Accessi Nädal 2013” em Tartu, Estónia

Participação da UMinho na “Open Accessi Nädal 2013” em Tartu, Estónia

Participámos no passado dia dia 25 de outubro na “Open Accessi Nädal” (Open Access Week) 2013 na Universidade de Tartu, Estónia. Esta representação surgiu na sequência de um convite ao gabinete de projetos Open Access dos Serviços de Documentação (SDUM) para proferir uma comunicação no seminário Research Information – and Data – open mindset, new opportunities sobre o RepositóriUM e focalizada na política de Acesso Aberto da Universidade do Minho.

 Foto: Henri Kirs/Tartu Ülikool

Durante o seminário e no âmbito da referida comunicação, foram apresentados os contornos da Politica de Acesso Aberto da Universidade do Minho e os seus resultados, bem como um pouco sobre a história e atividades do repositório institucional da UM desde a sua génese.

Foto: Henri Kirs/Tartu Ülikool

Neste evento houve ainda oportunidade para participar num painel de discussão para refletir sobre alguns dos seguintes tópicos:

  • Quais são as posições da Comissão Europeia (CE) e do financiador de ciência Estoniano relativamente ao Acesso Aberto?
  • Como é representado o Acesso Aberto em documentos da CE?
  • De que forma diferentes universidades desenvolveram as suas políticas de Acesso Aberto e que efeito tiveram?
  • Porque e como devemos tornar os dados de investigação (research data) abertos?
  • Quais são as posições do financiador Estoniano de ciência sobre dados abertos (open data)?
  • Como funcionam atualmente bases de dados abertas?

Estamos certos que esta representação contribuiu para um intercâmbio de experiências e saberes, bem como para aquilatar formas de cooperação entre os participante e respetivas organizações.

Aitäh!

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 1 de Novembro de 2013 Read More →
Webometrics Ranking (Edição Janeiro de 2013)

Webometrics Ranking (Edição Janeiro de 2013)

A última edição do Webometrics Ranking foi publicada no passado dia 7 de fevereiro com base em dados recolhidos durante os primeiros dias de janeiro de 2013, disponibilizando rankings que contemplam informação de instituições de ensino superior (agora mais de 21.200!) de todo o mundo, classificadas de acordo com seu desempenho termos académicos/investigação, prestígio, visibilidade internacional, bem como, o seu compromisso relativamente a políticas de Acesso Aberto.

Ranking Web of Repositories

No Ranking Web of Repositories baseado na análise em mais de 1.650 repositórios a nível mundial, a listagem é liderada por repositórios temáticos, sendo o top 5 composto por: Social Science Research Network, Arxiv.org e-Print Archive, Smithsonian/NASA Astrophysics Data System, Research Papers in Economics e UK PubMed Central.

Neste top mundial, será de salientar a prestação do RepositóriUM, repositório institucional da Universidade do Minho, que continua o repositório português melhor posicionado, ocupando nesta edição a 30ª posição em termos mundiais absolutos! Contudo, considerando apenas repositórios institucionais, ou seja, excluindo repositórios temáticos, que ocupam os primeiros lugares por congregar publicações de milhares de autores de múltiplas instituições, o RepositóriUM ocupa o 23º lugar em termos mundiais, o 11º em termos europeus.

No contexto nacional será também de realçar globalmente a boa prestação dos repositórios portugueses, destacamos nesta edição o top 10 composto por:

Ranking Web of Universities

Nesta edição do Ranking Web of Universities,  no quadro mundial os Estados Unidos da América (E.U.A) continuam a ocupar as posições cimeiras, sendo o top 5 liderado pelas seguintes instituições: Harvard University, Stanford University, Massachusetts Institute of Technology, University of Michigan e University of Pennsylvania. As três primeiras instituições fora dos E.U.A a constar nesta listagem são: University of Oxford (pos. 16), Universidade de São Paulo USP (pos. 19) e University of British Columbia (pos. 78). Considerando o universo universitário português, verificamos que o top 5 é composto por: Universidade do Porto (pos. 93), Universidade Técnica de Lisboa (pos. 184), Universidade de Coimbra (pos. 185), Universidade do Minho (pos. 263) e Universidade de Lisboa (pos. 294).

Recorde-se que este ranking produzido pelo Centro Superior de Investigaciones Científicas (CSIC) visa medir o impacto e a visibilidade das universidades na Web e apresenta os seus resultados com base em quatro indicadores: Presença, que mede o volume de informação publicada na web; Impacto, construído a partir dos links recebidos de terceiros; Abertura, a contagem do número de documentos que estão disponíveis a partir de repositórios científicos e Excelência, que inclui apenas os artigos de qualidade e que estão entre os 10% mais citados dentro cada disciplina.

Por fim, para além do ranking das universidades e dos repositórios, no portal Webometrics poderemos ainda encontrar outros rankings relativos a centros de investigação (8.000), Hospitais (12.000) e Escolas de Economia e gestão (7562).

Para informações mais detalhadas, poderá consultar o portal Webometrics: http://repositories.webometrics.info

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 19 de Fevereiro de 2013 Read More →
Visita da Professora María Soledad Ramirez Montoya da Escuela de Graduados en Educación del Tecnológico de Monterrey, México

Visita da Professora María Soledad Ramirez Montoya da Escuela de Graduados en Educación del Tecnológico de Monterrey, México

Recebemos, no dia 23 de Novembro, a visita de trabalho de María Soledad Ramirez Montoya, professora investigadora da Escuela de Graduados en Educación del Tecnológico de Monterrey, México.  A visita que ocorreu na sequência da realização de uma investigação sobre inovação e práticas educativas, e-Learning, repositórios e acesso aberto, visou ainda conhecer com maior detalhe as atividades relacionadas com o Acesso Aberto desenvolvidas pelos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

Durante a visita e no âmbito da referida investigação, foi feita uma entrevista ao gestor do RepositóriUM, em que foi dado a conhecer um pouco sobre a história e atividades do repositório institucional da Universidade do Minho desde a sua génese.

Neste encontro houve ainda oportunidade para apresentar os diferentes projetos e atividades em que os SDUM estão ou estiveram envolvidos: RCAAP; OpenAIRE e OpenAIREplus, MedOANet, Portal do Conhecimento de Cabo Verde, NECOBELAC e DRIVER.

Estamos certos que esta visita contribuiu para um melhor conhecimento mútuo e para a avaliação de oportunidades de cooperação entre as nossas organizações.

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 10 de Dezembro de 2012 0 Comments Read More →
9.º Aniversário do RepositóriUM

9.º Aniversário do RepositóriUM

No seu nono ano de atividade o RepositóriUM – repositório institucional da Universidade do Minho, continua a registar dados assinaláveis no que concerne ao seu crescimento em termos de novos conteúdos e da sua utilização mundial! Desde sua abertura em 20 de Novembro de 2003 já foram registados mais de 8.100.000 downloads dos quais 1.600.000 somente em 2012, mais de 72.763.858 páginas consultadas e mais de 16 Terabytes de tráfego gerado!

Criado no seio da iniciativa e-UM (Campus Virtual – Universidade do Minho) e ajustando-se perfeitamente à afirmação da U.M. – “Universidade sem muros”, o repositório institucional da Universidade do Minho reúne presentemente cerca de 19.378 documentos, dos quais cerca de 37% são comunicações a congressos e conferências, 35% artigos de revistas, 4% capítulos de livro e 15% teses e dissertações. A esmagadora maioria dos documentos no RepositóriUM estão disponíveis em acesso aberto (82%), e apenas 18% estão com acesso restrito à UMinho, definitivamente, ou durante um período de embargo de 1 a 3 anos.

Como consequência do crescimento do número de documentos disponíveis em acesso aberto, tem também crescido o número de acessos a esses recursos. De facto, ao longo dos seus nove anos de existência, registou mais de 12.376.505 visitas por cerca de 9.254.384 visitantes de mais de 216 países e territórios de todo o mundo. Para além de Portugal, com cerca de 47% dos acessos, o Brasil (21%) é a principal origem dos acessos ao RepositóriUM. O conjunto dos países da União Europeia 7%, os EUA 5%, a Índia 2%, a China 1% e restantes países e territórios 17% dos acessos.

Alguns números gerais sobre o RepositóriUM…

– 19.378 documentos
– 7.668.448 consultas de documentos
– 8.157.241 downloads de documentos
– Mais de 12.376.505 visitas, de cerca de 9.254.384 visitantes
– Mais de 72.763.858  pageviews, 207.556.115 hits, 16 Terabytes de tráfego gerado
– O documento com maior número de downloads já foi descarregado 44.332 vezes
– 207 documentos já registaram mais de 5000 downloads e 1201 mais de 1500 downloads

Consulte o infográfico realizado no âmbito do 9.º Aniversário.

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 22 de Novembro de 2012 0 Comments Read More →
Semana Internacional do Acesso Aberto assinalada na Universidade do Minho

Semana Internacional do Acesso Aberto assinalada na Universidade do Minho

A Universidade do Minho associou-se às instituições que a nível mundial promoveram a Semana Internacional do Acesso Aberto (Open Access Week) entre os dias 22 e 28 de Outubro. No conjunto de iniciativas previstas na Universidade do Minho (UMinho), destaque para a realização de um workshop nacional MedOAnet na abertura da semana, dia 22 de Outubro.

O workshop nacional MedOAnet foi presidido pelo Reitor da UMinho, Prof. Doutor António Cunha, e contou com as intervenções internacionais do Prof. Bernard Rentier (Reitor da Universidade de Liège e Presidente da Enabling Open Scholarship), da Dr.ª Alma Swan (Diretora de Comunicação na SPARC Europe) e ainda com a presença de especialistas nacionais. No evento participaram decisores políticos e outras partes interessadas no Acesso Aberto com capacidade de promover a mudança e consciencializar para questões chave neste domínio em Portugal.

No âmbito das atividades da semana, de salientar ainda a sessão de esclarecimento sobre o Projeto OpenAIRE, a realizada no dia 24 de Outubro (quarta-feira), através de um Webinar particularmente dirigido aos investigadores envolvidos em projetos financiados pelo Conselho Europeu de Investigação ou pelo 7º Programa-Quadro (FP7) e que têm que cumprir com as condições Open Access previstas nestes programas.

Para além destas ações, a Open Access Week 2012 foi assinalada na UMinho ainda com diversas iniciativas de divulgação e promoção internas, como a disseminação de resultados do RepositóriUM, a dinamização de redes sociais, colocação de uma tarja alusiva e a fixação de cartazes.

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 29 de Outubro de 2012 0 Comments Read More →
Apresentado estudo sobre os investigadores em Portugal e a sua relação com o acesso aberto à produção científica

Apresentado estudo sobre os investigadores em Portugal e a sua relação com o acesso aberto à produção científica

A tarde do primeiro dia da 3ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto, presenteou os seus participantes com comunicações bastante pertinentes no domínio do Acesso Aberto, destacando-se a apresentação do estudo: “Os investigadores em Portugal e a sua relação com o acesso aberto à produção científica”, que desvelou dados preliminares sobre a perceção, opinião e prática dos investigadores em Portugal relativamente ao acesso aberto (Open Access) à literatura científica.

A terceira sessão da conferência foi estruturada em duas sessões paralelas que visaram a apresentação de projetos e experiências no domínio do Acesso Aberto no Brasil e Portugal. Numa das sessões foram apresentadas comunicações que evidenciaram projetos e iniciativas na área da interoperabilidade e repositórios de dados, nomeadamente:

  •  A realização do projeto OpenAIRE e o contributo de Portugal na infraestrutura open access para a investigação na Europa – Pedro Príncipe, Eloy Rodrigues, José Carvalho, Ricardo Saraiva;
  • Em busca do depósito automático da produção intelectual da USP no seu repositório institucional – Sueli Mara Ferreira, Josefina Perez, Camila Molgara Gamba;
  • Estrategias basadas en la interoperabilidad para la incorporación de contenidos a repositorios: el Grupo SONEX y el Proyecto UK RepositoryNet+ – Pablo de Castro, Peter Burnhill.

Na sessão paralela, as temáticas focaram-se em questões de direitos de autor e no impacto do Acesso Aberto:

  • Dispositivos legais e a salvaguarda do acesso público à informação e ao conhecimento no Brasil: historicidade, impactos e repercussões – Maria Aparecida Moura, Bruno Moreira de Moraes;
  • A imprecisão terminológica e textual na legislação brasileira e portuguesa de direito autoral – Bianca Amaro;
  • Viabilidade de aplicação do balanced scorecard à avaliação do desempenho de um repositório institucional – Maria Eduarda Pereira Rodrigues, António Moitinho Rodrigues;
  • Análise da extensão da edição em acesso aberto das revistas científicas espanholas de ciências sociais – Crispulo Travieso Rodriguez, Alberto Sal Agüero.

A conferência prosseguiu com apresentação de 32 posters, no decurso da sessão “O meu poster num minuto…“, que pela sua grande participação, dinâmica e heterogeneidade de temas constitui sempre um momento muito apreciado no decurso das conferências luso-brasileiras de Acesso Aberto.

Na última sessão do dia, os trabalhos centraram-se nas políticas e mandados de acesso aberto de instituições de ensino e I&D, com a apresentação de estudos e projetos de relevância, concretamente:

  • Os historiadores e publicação em acesso livre: visões da comunidade portuguesa – Cristina Guardado, Maria Manuel Borges;
  • Políticas e práticas de acesso aberto em Portugal: situação atual em relação a outros países do sul da Europa – Clara Boavida, Eloy Rodrigues;
  • Políticas pioneiras para implantação de repositórios – Tania Chalhub, Alegria Benchimol, Lena Vania Pinheiro;
  • Os investigadores em Portugal e a sua relação com o acesso aberto à produção científica – Clara Boavida, Eloy Rodrigues, José Carvalho, Pedro Príncipe, Ricardo Saraiva.

No final do dia, a apresentação de dados preliminares do estudo sobre os investigadores e a sua relação com o acesso aberto à produção científica em Portugal, suscitou bastante interesse e reações positivas entre os presentes. Neste particular, ficou registado o intento dos autores de divulgar e disseminar o relatório completo do estudo muito em breve, bem como a disponibilização dos dados recolhidos para a restante comunidade de Acesso Aberto para a sua posterior reutilização e estudo.

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 2 de Outubro de 2012 Read More →
Ranking Webometrics (Edição Julho de 2012)

Ranking Webometrics (Edição Julho de 2012)

A décima quarta edição do Webometrics Ranking já encontra disponível. Na edição de julho de 2012, foram incluídas no universo de análise cerca de 21 mil instituições de ensino superior de todo o mundo, classificadas de acordo com seu desempenho termos académicos/investigação, prestígio, visibilidade internacional, bem como, o seu compromisso relativamente a políticas de Acesso Aberto.

Recorde-se, que este ranking é produzido pelo Centro Superior de Investigaciones Científicas (CSIC), o maior organismo de investigação científica de Espanha, e visa medir o impacto e a visibilidade das universidades na Web. Em termos de metodologia, nesta edição, foram modificados alguns indicadores com vista a aumentar a utilidade do ranking e refletir com maior precisão os dados mais recentes.

O ranking apresenta os resultados com base em quatro indicadores: Presença, que mede o volume de informação publicada na web; Impacto, construído a partir dos links recebidos de terceiros;  Abertura, a contagem do número de documentos que estão disponíveis a partir de repositórios científicos e Excelência, que inclui apenas os artigos de qualidade e que estão entre os 10% mais citados dentro cada disciplina.

À semelhança de edições anteriores, Harvard, o MIT, Stanford e Berkeley continuam a liderar o ranking mundial das universidades, sendo que a primeira instituição fora dos E.U.A a constar nesta listagem é a Universidade de São Paulo (pos. 15), fortemente impulsionada pelo crescimento do seu repositório de teses e dissertações. Considerando apenas o universo universitário português, verificamos que o top 5 é composto por: Universidade do Porto (pos.70), Universidade Técnica de Lisboa (pos. 182), Universidade de Coimbra (pos. 209), Universidade de Lisboa (pos. 228) e Universidade do Minho (pos.254).

No Webometrics podemos também encontrar um ranking web of repositories baseado na análise em cerca de 1.600 repositórios a níevl mundial. Neste particular, a listagem é liderada pelos designados repositórios temáticos (tais como o Social Science Research Network, Arxiv.org e-Print Archive, Smithsonian/NASA Astrophysics Data System, Research Papers in Economics e CiteSeerX).

Neste top mundial, o RepositóriUM, repositório institucional da Universidade do Minho, é o repositório português melhor posicionado, ocupando a 33ª posição em termos mundiais absolutos!  Contudo, considerando apenas repositórios institucionais, ou seja, excluindo repositórios temáticos, que ocupam os primeiros lugares por congregar publicações de milhares de autores de múltiplas instituições, o RepositóriUM ocupa o 26º lugar em termos mundiais, o 12º em termos europeus.

Por fim, para além do ranking das universidades e dos repositórios, no portal Webometrics poderemos ainda encontrar outros rankings relativos a centros de investigação (8.000), Hospitais (16.000) e Escolas de Economia e gestão (1500).

Para informações mais detalhadas, poderá consultar o portal Webometrics: http://repositories.webometrics.info

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 5 de Setembro de 2012 0 Comments Read More →
Elpub 2012 – 16th International Conference on Electronic Publishing

Elpub 2012 – 16th International Conference on Electronic Publishing

Decorreu nos dias 14 e 15 de junho, em Guimarães, a Elpub 201216th International Conference on Electronic Publishing, sob a égide do tema: “Social Shaping of Digital Publishing: Exploring the interplay between Culture and Technology”, reunindo em Portugal alguns dos mais importantes especialistas na área da publicação eletrónica.

Na edição deste ano, a Elpub, para além de evidenciar os mais recentes desenvolvimentos que se registam na área da publicação eletrónica, estabeleceu apropriadamente uma ponte com Guimarães – Capital Europeia da Cultura 2012, ao colocar o enfoque do evento na moldagem social da publicação digital e explorando a relação entre “cultura” e “tecnologia”.

A comunicação de abertura, “Planned Obsolescence: Publishing, Technology, and the Future of the Academy”, esteve a cargo de Kathleen Fitzpatrick (Pomona College) e no encerramento da conferência esteve presente o português António Câmara (YDreams) com a comunicação “Publishing in 2021”. No seu todo, o evento esteve estruturado em 4 sessões paralelas com a seguinte programação:

  • Opening Keynote – Planned Obsolescence: Publishing, Technology, and the Future of the Academy – Kathleen Fitzpatrick
  • Sessão Paralela 1 – Digital Scholarship & Publishing / Special Archives
  • Sessão Paralela 2 – Repositories & Libraries / Digital Scholarship & Publishing
  • Sessão Paralela 3 – Future Solutions and innovations / Digital texts and Readings
  • Sessão Paralela 4 – Future Solutions and innovations / Digital texts and Readings
  • Closing Keynote – Publishing in 2021 – António Câmara
  • Anúncio de melhor comunicação e melhor poster
  • Painel de debate – “Academic E-books – Technological hostage or cultural redeemer?” – Peter Linde (Moderador), Kathleen Fitzpatrick, António Câmara, Delfim Leão and Karin Byström

No decurso da conferência participaram autores de diversas origens: Argélia, Áustria, Brasil, Bulgária, Canadá, França, Alemanha, Grécia, Itália, Portugal, Suécia, Holanda, Turquia, Reino Unido e EUA.

As comunicações apresentadas na Elpub 2012 já se encontram disponíveis online em acesso aberto, sendo que no repositório digital da Elpub pode ainda ser consultado todo o acervo de comunicações de edições anteriores, desde a origem da Elpub em 1997.

Para mais informações, poderá visitar o website da conferência em http://www.elpub.net, visualizar as sessões vídeo gravadas no decurso das sessões paralelas, na Sala 1 e Sala 2, ou fotografias no Flickr associado ao evento.

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 3 de Agosto de 2012 0 Comments Read More →
COAR – Confederation of Open Access Repositories

COAR – Confederation of Open Access Repositories

A Confederation of Open Access Repositories (COAR) é uma associação em rápido crescimento criada em outubro de 2009, relacionada com iniciativas na área dos repositórios. Neste momento a associação congrega e representa 90 instituições de todo o mundo (Europa, América Latina, Ásia e América do Norte), constituindo a sua missão primordial, promover uma maior visibilidade e aplicação dos resultados resultantes de investigação através de redes globais de repositórios digitais de Acesso Aberto.

Através das instituições membro, a COAR está trabalhar no desenvolvimento de uma comunidade de repositórios de Acesso Aberto com práticas universais, em diferentes países, regiões e disciplinas. A visão da COAR assenta numa infraestrutura de conhecimento global de repositórios sustentada numa rede de Acesso Aberto. Atualmente, a COAR possui três grupos de trabalho ativos, cada um com o seu próprio conjunto de responsabilidades, objetivos e finalidades.

Como aderir à COAR

Ao aderir à COAR numa fase inicial do seu desenvolvimento poderá traduzir-se numa maior participação e na capacidade de contribuir para a prossecução dos objetivos da organização, tais como, a interoperabilidade, a sensibilização e promoção de repositórios OA, apoiar a comunidade de repositórios e trabalho em rede com parceiros em áreas afins.

A COAR oferece várias formas de participação, incluindo memberships individuais, de grupo, bem como, a oportunidade de participar como parceiro.

Pode visitar a COAR nas redes sociais:  Facebook ou Twitter.

Website: http://www.coar-repositories.org

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 2 de Agosto de 2012 Read More →