Author Archive: André Vieira

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

rss feed

“Plan S” – Plano para acelerar a transição para o Acesso Aberto

“Plan S” – Plano para acelerar a transição para o Acesso Aberto

O Plan S, uma iniciativa para a publicação em Acesso Aberto, lançanda em setembro de 2018, suportado pelo cOAlition S, um consórcio internancional de financiadores de investigação, requer que, a partir de 2020, todas as publicações científicas resultantes de investigação financiada por fundos públicos sejam publicadas em Acesso Aberto.

Este plano representa um importante passo para um ambiente aberto e transparente para a investigação, onde todos os tipos de investigação podem ser abertamente acedidos, ligados, enriquecidos e arquivados.

Tornar uma realidade o Acesso Aberto pleno e imediato às publicações científicas

Apesar das políticas já existentes para a publicação em Acesso Aberto dos resultados de investigação com financiamento público (FCT, CE), esta iniciativa irá acelerar a transição para o Acesso Aberto e Ciência Aberta, com o objetivo de tornar toda a investigação resultante de financiamento público disponível em Acesso Aberto.

Plan S é constituído por um princípio basilar e 10 princípios adicionais que apresentam orientações para a sua implementação.

Os membros do cOAlition S assumem o compromisso de implementar, até 1 de janeiro de 2020, as medidas necessárias para a cumprir o princípio fundamental:

Até 2020 as publicações científicas que resultem de investigação financiada por fundos públicos de conselhos de investigação nacionais e europeus, devem ser publicadas em Acesso Aberto.

After 1 January 2020 scientific publications on the results from research funded by public grants provided by national and European research councils and funding bodies, must be published in compliant Open Access Journals or on compliant Open Access Platforms.

10 Princípios

De seguida é apresentado o resumo dos 10 princípios que orientam a implementação do Plan S, podendo ser consultados na íntegra em www.coalition-s.org/10-principles.

  1. Os autores retêm o copyright das suas publicações sem restrições;
  2. As entidades financiadoras irão estabelecer critérios sobre as características a que as revistas e plataformas em Acesso Aberto devem obedecer;
  3. As entidades financiadoras irão disponibilizar suporte para a identificação das revistas e plataformas de publicação mais adequadas;
  4. Quando aplicável, as taxas de publicação em Acesso Aberto são asseguradas pelos financiadores ou universidades, não pelos investigadores;
  5. Quando as taxas de publicação em Acesso Aberto são aplicadas, o seu financiamento é padronizado e limitado;
  6. As entidades financiadoras solicitarão às universidades, organizações de investigação e bibliotecas que alinhem a suas políticas e estratégias, principalmente para garantir a transparência;
  7. Estes princípios são aplicados a todos os tipos de publicações científicas, no entanto o Acesso Aberto para monografias e livros pode ir além de 1 de janeiro de 2020;
  8. É reconhecida a importância dos repositórios de publicações em Acesso Aberto, tendo em conta a sua função de arquivo a longo prazo e o seu potencial de inovação editorial;
  9. O modelo “híbrido” de publicação não é compatível com os princípios acima;
  10. As entidades financiadoras irão monitorizar o cumprimento da publicação em Acesso Aberto.

Saiba como implementar este plano em:
Guidance on the Implementation of Plan S

Fique a conhecer algumas das posições sobre o Plan S por parte de organizações nacionais e internacionais:

Autor: André Vieira

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 10 de Setembro de 2018 Read More →
Ciência Aberta como serviço na infraestrutura OpenAIRE – principais atividades do projeto OpenAIRE-Connect em 2018

Ciência Aberta como serviço na infraestrutura OpenAIRE – principais atividades do projeto OpenAIRE-Connect em 2018

O projeto OpenAIRE-CONNECTing scientific results in support of Open Science (https://connect.openaire.eu/), visa implementar o conceito de Ciência Aberta como Serviço (Open Science as-a-service) na infraestrutura existente do OpenAIRE (www.openaire.eu), oferecendo ferramentas orientadas ao utilizador que enriquecerão o portfólio de serviços do OpenAIRE, nomeadamente o Research Community Dashboard direcionado para as Comunidades de Investigação e o Catch-All Notification Broker Service dedicado aos Gestores de Repositórios para a gestão das suas coleções.

O projeto OpenAIRE-Connect, que teve início em janeiro de 2017, avança agora para a fase de implementação do Research Community Dashboard – serviço destinado a investigadores, e do Catch-all Notification Broker Service (uma das funcionalidades do Content Provider Dashboard) – serviço destinado a gestores de repositórios.

Os Serviços de Documentação participam nas várias áreas de desenvolvimento do projeto, assegurando a coordenação da área de suporte e formação junto das Comunidades de Investigação e Gestores de Repositórios, na utilização dos serviços dedicados a estes dois stakeholders.

Atividades previstas para 2018

Durante o ano de 2018, destaca-se a disponibilização destes novos serviços na sua versão beta, a partir da qual são desenvolvidas fases de testes junto dos seus principais destinatários, Comunidades de Investigação (Gestores de investigação e Investigadores) e os Gestores de Repositórios, com o objetivo de testar o funcionamento dos serviços, identificar possíveis problemas/melhoramentos a introduzir e obter feedback por parte dos utilizadores. Os resultados desta fase de testes servirão para identificar os aspetos a corrigir e a partir deles implementar as melhorias necessárias com vista a corresponder aos objetivos delineados para os serviços e às necessidades dos seus stakeholders.

Adicionalmente são realizadas atividades relacionadas com a produção de materiais para comunicação e disseminação dos serviços junto dos stakeholders, monitorização da fase de piloto dos Dashboards, produção e disponibilização de materiais de suporte para Gestores de Repositórios e Comunidades de Investigação. Será ainda realizado um Workshop para Comunidades de Investigação e Gestores de Repositórios, onde se apresentarão os serviços desenvolvidos pelo OpenAIRE-Connect.

Durante este ano, destaca-se ainda a produção de novas guidelines, ainda em fase de elaboração e discussão pública, que se destinam à agregação de novos recursos de informação e a Gestores de Repositórios de Software:

Autor: André Vieira

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 19 de Julho de 2018 Read More →
Conteúdos Webinar – Serviços OpenAIRE para gestores de repositórios

Conteúdos Webinar – Serviços OpenAIRE para gestores de repositórios

O projeto OpenAIRE no âmbito da sua atividade, está a desenvolcver, entre outros, serviços para gestores de repositórios, nomeadamente o OpenAIRE-Provide. Este é um serviço que disponibiliza, para além do registo e validação de repositórios institucionais, de publicações, de dados ou sistemas agregadores ou de revistas, o Broker Service, que permitirá o enriquecimento e curadoria de metadados dos Repositórios.

Para apresentar este serviço OpenAIRE para gestores de repositórios, foi conduzido um Webinar por Pedro Príncipe e José Carvalho da Universidade do Minho, que tem como objetivo a apresentação do Content Provider Dashboard, sendo focados os seguintes assuntos:

  • Novos serviços OpenAIRE para Gestores de Repositórios (versão beta):
    • OpenAIRE Broker Service
    • OpenAIRE Dashboard for Content Providers
  • Enriquecimento e curadoria de metadados nos repositórios da rede RCAAP
  • Infraestrutura OpenAIRE e próximos desenvolvimentos

Poderá ver e rever os conteúdos deste Webinar nas seguintes ligações:

Fique ainda a par de outros Webinars OpenAIRE em: https://goo.gl/nmi5CL

Autor: André Vieira

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 25 de Maio de 2018 Read More →
Conteúdos Webinar – Dados Abertos e Planos de Gestão de Dados no H2020

Conteúdos Webinar – Dados Abertos e Planos de Gestão de Dados no H2020

A Comissão Europeia (CE), no quadro das políticas de Ciência Aberta, definiu para o programa Horizonte 2020 (H2020) uma política de dados abertos que visa melhorar e maximizar o acesso e a reutilização dos dados de investigação gerados pelos projetos que financia. Os requisitos da CE estabelecem que os investigadores devem realizar o depósito dos dados de investigação, incluindo metadados associados, necessários para validar os resultados apresentados em publicações científicas. Sublinham ainda a necessidade de definição de planos para a gestão dos dados produzidos que devem ser apresentados nos primeiros seis meses do projeto.

Neste contexto foi desenvolvido um Webinar para dar a conhecer os requisitos e condições dos dados abertos no H2020 e instruções sobre quando e como elaborar um Plano de Gestão de Dados para um projeto H2020.

Este Webinar, conduzido por Pedro Príncipe e Antónia Correia da Universidade do Minho, abordou os seguintes assuntos:

  • Ciência Aberta aos resultados e nos métodos.
  • Requisitos dos dados abertos no Horizonte 2020.
  • Elaboração de Plano de Gestão de Dados para projetos H2020.
  • Requisitos na prática.

Poderá ver e rever os conteúdos deste Webinar nas seguintes ligações:

Fique a par de outros Webinars OpenAIRE em: https://goo.gl/nmi5CL

Autor: André Vieira

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 16 de Maio de 2018 Read More →
Publicadas duas fact sheets OpenMinted & OpenAIRE sobre Creative Commons e Open Science

Publicadas duas fact sheets OpenMinted & OpenAIRE sobre Creative Commons e Open Science

No atual paradigma da sociedade da informação e do conhecimento, temos assistido a um aumento exponencial dos dados de investigação, a partir dos quais surgem novas oportunidades de análise para a sua compreensão. Neste contexto o Text and Data Mining (TDM) tem emergido como uma ferramenta poderosa para tirar proveito da riqueza dos dados e conteúdos estruturados e não estruturados, através da sua análise a vários níveis e dimensões com vista à descoberta de novo conhecimento.

Perante esta realidade, vários desafios são colocados aos investigadores e às ações de TDM, nomeadamente de ordem legal. O projeto OpenMinted (an EC/H2020 funded project), que tem como objetivo a criação de uma infraestrutura aberta e orientada a serviços para o TDM de conteúdo científico e académico, produziu no âmbito da sua atividade e em colaboração com o OpenAIRE, dois documentos de suporte legal para auxiliar a comunidade científica a compreender a razão pela qual o licenciamento assume uma importância relevante para a investigação e para as aplicações de TDM, apresentando ainda recomendações sobre as licenças Creative Commons a utilizar.

O documento intitulado Fact Sheet on Creative Commons & Open Science, contém questões e respostas às preocupações comuns em torno da Ciência Aberta e as implicações do licenciamento de dados através das licenças Creative Commons.

Disponível no Zenodo: https://zenodo.org/record/840652#.WtS4m4jwbIV
DOI: https://doi.org/10.5281/zenodo.840652

O segundo documento – Frequently Asked Questions on Creative Commons & Open Access – reúne um conjunto de perguntas e respostas focadas em preocupações comuns relacionadas com o Acesso Aberto, as licenças Creative Commons e a publicação dos resultados de investigação.

Disponível no Zenodo: https://zenodo.org/record/841086#.WtS5MIjwbIU
DOI: https://doi.org/10.5281/zenodo.841086

Estes documentos de suporte têm como propósito auxiliar investigadores, profissionais de informação, gestores e outros utilizadores, na utilização de licenças Creative Commons nos seus trabalhos e promover o movimento do Acesso Aberto.

Autor: André Vieira

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 17 de Abril de 2018 Read More →