Author Archive: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

rss feed

Prorrogação do prazo de submissões de trabalhos para a CONFOA 2016

Prorrogação do prazo de submissões de trabalhos para a CONFOA 2016

A submissão de comunicações e pósteres foi prorrogada até dia 15 de maio de 2016.

Os trabalhos poderão ser submetidos nas seguintes modalidades:

  1. a) Comunicações – Deverá ser submetido um resumo informativo de 1 a 2 páginas (aproximadamente 500 a 1.000 palavras), contendo: objetivos, metodologia, resultados e conclusões. Para tal, utilize o formulário de submissão para inserir o resumo da comunicação.

  2. b) Pósteres – Deverá ser submetido um resumo informativo de 1 página (até 500 palavras) contendo: objetivos, metodologia, resultados e conclusões. Para tal, utilize o formulário de submissão para inserir o resumo do póster.

Logos_CONFOA_2016

Para fins de publicação nos Cadernos BAD revista online e em acesso livre, os resumos submetidos e aprovados como Comunicação deverão ser posteriormente complementados com o texto completo.

Serão aceites trabalhos em português, espanhol ou inglês, desde que abordem temáticas relevantes para o contexto luso-brasileiro.

Os temas a serem tratados no âmbito da Conferência são os seguintes:

  • Acesso Aberto e Ciência Aberta (práticas e implicações)
  • Repositórios de publicações científicas;
  • Revistas científicas de acesso aberto;
  • Gestão de dados científicos abertos e repositórios de dados científicos;
  • Políticas e mandatos de acesso aberto;
  • Publicação institucional (editoras universitárias e outras iniciativas)
  • Interoperabilidade entre os repositórios e outros sistemas de informação de apoio à atividade científica e académica;
  • Sistemas de gestão da Ciência e Tecnologia (CRIS);
  • Preservação digital;
  • Direitos de autor;
  • Acesso aberto, bibliometria e métricas alternativas.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas através da página web: http://confoa.rcaap.pt/inscricoes/

Caso tenha alguma dúvida ou questão, poderá contactar-nos através do email confoa2016@pres.ipv.pt.

Acompanhe-nos nas redes sociais:

Facebook: https://goo.gl/wQZHIR  e Twitter: https://twitter.com/confoa

Mais informações em: http://confoa.rcaap.pt/

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 28 de Abril de 2016 Read More →
Lembrete: ConfOA 2016 – chamada de trabalhos

Lembrete: ConfOA 2016 – chamada de trabalhos

Logo_confoa_Sé_ViseuTermina já no próximo dia 01 de maio de 2016 o prazo para submissão de trabalhos para a 7ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto (ConfOA), que este ano se realiza no Instituto Politécnico de Viseu.

Os temas a serem tratados no âmbito da Conferência são os seguintes:

  • Acesso Aberto e Ciência Aberta (práticas e implicações)
  • Repositórios de publicações científicas;
  • Revistas científicas de acesso aberto;
  • Gestão de dados científicos abertos e repositórios de dados científicos;
  • Políticas e mandatos de acesso aberto;
  • Publicação institucional (editoras universitárias e outras iniciativas)
  • Interoperabilidade entre os repositórios e outros sistemas de informação de apoio à atividade científica e académica;
  • Sistemas de gestão da Ciência e Tecnologia (CRIS);
  • Preservação digital;
  • Direitos de autor;
  • Acesso aberto, bibliometria e métricas alternativas.

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 21 de Abril de 2016 Read More →
Webinars 2016 do OpenAIRE Portugal: saiba onde encontrar todas as gravações e slides

Webinars 2016 do OpenAIRE Portugal: saiba onde encontrar todas as gravações e slides

Do dia 08 de fevereiro ao dia 05 de abril de 2016 foram realizados cinco webinars que tiveram como objetivo geral apoiar a implementação da política Open Access da Comissão Europeia para o Horizonte 2020. Os webinars foram promovidos pelos Serviços de Documentação da Universidade do Minho, enquanto Secretariado Nacional Open Access do projeto OpenAIRE, em parceria com a iniciativa nacional RCAAP e os projetos europeus FOSTER e PASTEUR4OA.

banner_webinars_openaire_projetos_2016Todos os conteúdos apresentados nos webinars previstos para o 1º semestre de 2016 estão disponíveis via site dos projetos Open Access da UMinho.

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 13 de Abril de 2016 Read More →
Gravação e slides do webinar OpenAIRE: como associar a informação de projetos às publicações depositadas no RCAAP

Gravação e slides do webinar OpenAIRE: como associar a informação de projetos às publicações depositadas no RCAAP

No passado dia 15 de março os Serviços de Documentação da Universidade do Minho (SDUM) promoveram mais um webinar, desta vez, “Como associar a informação dos projetos às publicações depositadas no RCAAP”. Com casos práticos de como associar a identificação dos resultados dos projetos FCT, 7ºPQ e H2020 às publicações depositadas nos repositórios agregados pelo Portal RCAAP, foram convidados os Gestores dos Repositórios e Bibliotecários.

webinar15_banner1

Os conteúdos deste webinar destinado a Gestores dos Repositórios Institucionais estão já disponíveis para consulta: gravação e slides.

Não deixem de participar nos restantes dois webinars previstos para os próximos dias, decorrentes das atividades dos SDUM enquanto secretariado nacional do Open Access da infraestrutura OpenAIRE e iniciativa conjunta com outros projetos Open Access europeus (FOSTER e PASTEUR4OA).

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 22 de Março de 2016 Read More →
Quer trabalhar connosco? Temos duas Bolsas de Gestão de Ciência e Tecnologia para colaborar em projetos de Open Access

Quer trabalhar connosco? Temos duas Bolsas de Gestão de Ciência e Tecnologia para colaborar em projetos de Open Access

Já se imaginou a trabalhar no projeto RCAAP e em outros projetos internacionais de grande relevância no domínio dos repositórios e acesso aberto? Pode ter essa oportunidade connosco, no Gabinete de Projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

Só tem de reunir algumas condições (licenciatura ou mestrado, conhecimentos/experiência nos domínios da comunicação científica e/ou tecnologias da informação e domínio da língua inglesa),  aceitar “vestir a camisola”do Acesso Aberto e, acima de tudo, ter muita vontade de colaborar e aprender.

O período de candidaturas foi fixado em 10 dias úteis, de 29 de janeiro a 11 de fevereiro de 2016. O concurso está aberto a Licenciados/Mestres, preferencialmente em Ciências da Informação, Serviços de Informação ou Sistemas de Informação. Todas as informações necessárias para apresentação da candidatura podem ser consultadas em:

oa_tshirts

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 29 de Janeiro de 2016 Read More →
7ª ConfOA: chamada de trabalhos e alteração de datas

7ª ConfOA: chamada de trabalhos e alteração de datas

Devido à reintrodução do feriado nacional no dia 1 de novembro, as datas da 7ª Conferência Luso Brasileira de Acesso Aberto (ConfOA) foram alteradas para 2 e 3 de novembro, e os workshops passaram de pré-conferência para pós-conferência a 4 de novembro de 2016.

Logos_CONFOA_2016

Os temas a serem tratados no âmbito da Conferência são os seguintes:

  • Acesso Aberto e Ciência Aberta (práticas e implicações)
  • Repositórios de publicações científicas;
  • Revistas científicas de acesso aberto;
  • Gestão de dados científicos abertos e repositórios de dados científicos;
  • Políticas e mandatos de acesso aberto;
  • Publicação institucional (editoras universitárias e outras iniciativas)
  • Interoperabilidade entre os repositórios e outros sistemas de informação de apoio à atividade científica e académica;
  • Sistemas de gestão da Ciência e Tecnologia (CRIS);
  • Preservação digital;
  • Direitos de autor;
  • Acesso aberto, bibliometria e métricas alternativas.

Convidamos todos os interessados a submeter os seus trabalhos (nas modalidades de Comunicação e Póster) a partir deste momento, através do website da conferência http://confoa.rcaap.pt.

Em caso de dúvida ou questão, deverá ser usado o email confoa2016@pres.ipv.pt.

Acompanhe todos os desenvolvimentos nas redes sociais:

Facebook: https://goo.gl/wQZHIR  e Twitter: https://twitter.com/confoa

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 20 de Janeiro de 2016 Read More →
Visita de Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

Visita de Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

No âmbito de uma visita de trabalho à Universidade do Minho,  a nova Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo, acompanhada pelo Reitor (António Cunha) e Vice-Reitor (Rui Vieira de Castro) da Universidade do Minho , visitou hoje, dia 17 de dezembro de 2015, os Serviços de Documentação da Universidade do Minho tendo reunido com o Diretor dos SDUM, Eloy Rodrigues.

IMG_1285

A reunião teve como propósito conhecer de uma forma mais próxima o RepositóriUM e os projetos e atividades, no âmbito do Acesso Aberto, nos quais a Universidade do Minho tem assumido responsabilidades de coordenação científica e/ou técnica. Na reunião foi possível apresentar brevemente, e trocar algumas impressões,  sobre os projetos e atividades na área das infraestruturas (RCAAP e OpenAIRE),  da coordenação de políticas (PASTEUR4OA), da formação e sensibilização (FOSTER) e do alinhamento e cooperação internacional (COAR, Portal do Conhecimento de Cabo Verde e Repositório Insitucional da Universidade Nacional de Timor Lorosa’e).

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 17 de Dezembro de 2015 Read More →
7ª ConfOA: 31 de outubro, 1 e 2 de novembro de 2016

7ª ConfOA: 31 de outubro, 1 e 2 de novembro de 2016

Reservem os próximos dias 31 de outubro, 1 e 2 de novembro de 2016 para participarem na 7ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto (ConfOA) que se irá realizar no Instituto Politécnico de Viseu.

Em janeiro serão divulgados os formatos, as modalidades e o período em que os trabalhos poderão ser submetidos.

Aguardem!!!

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 30 de Novembro de 2015 Read More →
Auditoria aos Repositórios Científicos Institucionais de Portugal revela fiabilidade na gestão e preservação de objetos digitais. Abrangendo cerca de 28 repositórios, esta iniciativa de auditoria em grande escala é pioneira a nível mundial

Auditoria aos Repositórios Científicos Institucionais de Portugal revela fiabilidade na gestão e preservação de objetos digitais. Abrangendo cerca de 28 repositórios, esta iniciativa de auditoria em grande escala é pioneira a nível mundial

O RCAAP (Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal), operado pela unidade FCCN da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT|FCCN) com o apoio da Universidade do Minho, concluiu a auditoria que tinha como objetivo aferir o nível de conformidade da infraestrutura de suporte aos repositórios SARI (Serviço de Alojamento de Repositórios Institucionais) relativo ao referencial normativo ISO 16363:2012Audit and certification of trustworthy digital repositories. Esta auditoria interna revelou um elevado nível de maturidade relativamente ao cumprimento dos requisitos normativos, estando os repositórios integrados no serviço SARI bem preparados em termos de infraestrutura, fiabilidade e segurança na preservação de objetos digitais.auditoria_imagem_press.fwA auditoria agora terminada é o culminar de uma necessidade identificada em 2012, pela equipa do projeto RCAAP,  para melhorar as práticas e suporte no domínio da preservação digital e fazer face às crescentes responsabilidades relativas ao depósito legal das teses e dissertações e à implementação da política de acesso aberto da FCT. Efetivamente, a 15 de setembro foi aprovado o Regulamento Técnico de Depósito de Teses e Trabalhos de Doutoramento e de Dissertações de Mestrado (Portaria nº 285/2015). Esta Portaria obriga ao depósito de uma cópia digital num repositório integrante da rede RCAAP. Por outro lado, a Política de Acesso Aberto da FCT, aprovada em 16 de janeiro de 2014 e aplicável às publicações resultantes do financiamento concedido em concursos lançados desde de 5 de maio de 2014, defende a disponibilização dos resultados da investigação científica através da internet, de forma aberta, livre e sem custos para o utilizador.

Por estes motivos, para que os processos tivessem os níveis de confiança necessários para os diferentes intervenientes, revelou-se necessário proceder a uma auditoria interna que permitisse aferir o nível de maturidade dos vários repositórios que integram a rede SARI, em três dimensões: Infraestrutura Organizacional (1ª fase); Gestão de Objetos Digitais e Infraestrutura e Gestão da Segurança (2ª fase).

Na 1ª fase, os responsáveis pelos repositórios, associados à dimensão infraestrutura organizacional, foram convidados a fornecer evidências para todos os níveis de conformidade da referida dimensão e a realizarem um exercício de autoavaliação para cada um dos requisitos do referencial normativo em análise. Nesta dimensão, os repositórios institucionais obtiveram, numa escala de 1 a 4, na auditoria preliminar (de diagnóstico) uma avaliação média de 2.1. Na sequência da implementação de uma parte significativa das recomendações da auditoria de diagnóstico o valor médio aumentou para 3.4 na auditoria final.

Na 2ª e última fase, após análise de todas as evidências, o serviço SARI foi capaz de aumentar, numa escala de 1 a 4, o seu nível de maturidade relativamente ao cumprimento dos requisitos do referencial normativo ISO 16363, de 2.8 para 3.7 para a dimensão Gestão de Objetos Digitais. Por sua vez, no que diz respeito aos requisitos referentes à infraestrutura e gestão da segurança, o repositório aumentou o seu nível de maturidade média de 2.6 para 3.8.

O projeto Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal (RCAAP), gerido pela FCT|FCCN, com o suporte científico e técnico da Universidade do Minho, visa aumentar a visibilidade, acessibilidade e a divulgação da produção científica nacional e integrar Portugal nas iniciativas internacionais no domínio do Open Access e infraestruturas de apoio à ciência.

Para além do serviço eletrónico de alojamento de repositórios institucionais (SARI), nos últimos anos, o projeto RCAAP alargou o seu âmbito de atuação, desenvolvendo novos serviços para servir a comunidade científica portuguesa. Entre estes destacam-se o serviço de alojamento de revistas científicas (SARC), o serviço centralizado de estatísticas de uso (SCEUR) e o repositório de dados científicos.

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 29 de Novembro de 2015 Read More →
ERASMUS staff training 2015: visitas ao gabinete de projetos Open Access da UMinho

ERASMUS staff training 2015: visitas ao gabinete de projetos Open Access da UMinho

No âmbito do Programa de Mobilidade – ERASMUS staff training, o Gabinete de Projetos dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho tem vindo a acolher representantes de universidades de outros países europeus, ao longo dos anos.

Se durante os meses de março e abril recebemos colegas de Espanha, Alemanha e Japão, no passado mês de setembro a Turquia e a República Checa fizeram-se representar por Hakan Yanaz da University of Ozyegin e Josef Krupicka  da University of Pardubice respetivamente.

O foco da visita centrou-se na gestão do RepositóriUM, particularmente em questões práticas de administração e na dimensão da interoperabilidade. Os projetos Open Access em que a equipa dos Serviços de Documentação tem participado, quer a nível internacional (OpenAIRE, FOSTER e PASTEUR4OA), quer a nível nacional (RCAAP), foram também apresentados.

20150910_160024

Estes intercâmbios de informação sobre diferentes realidades de projetos desenvolvidos em contexto universitário são, inequivocamente, primordiais na disseminação do Acesso Aberto na Europa.

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 13 de Outubro de 2015 Read More →
Mobilidade BAD nos SDUM

Mobilidade BAD nos SDUM

Subordinado ao tema “Projetos Open Access da Universidade do Minho: do RepositóriUM à infraestrutura Europeia do Acesso Aberto”, os Serviços de Documentação da Universidade do Minho (SDUM) receberam no passado mês de maio, no âmbito do programa de mobilidade da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas (BAD), 7 participantes oriundas do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, Instituto Politécnico do Porto, do Instituto Politécnico de Lisboa e da Universidade de Lisboa.

Bad

O programa de visita proposto centrou-se na atividade do gabinete de projetos Open Access dos SDUM. Os SDUM têm desenvolvido ao longo dos últimos dez anos um vasto trabalho na dinamização dos Repositórios Institucionais e no desenvolvimento do Acesso Aberto no panorama nacional e internacional. A disponibilização deste programa procurou guiar as participantes desde as componentes essenciais de operação de um Repositório Institucional até à integração deste sistema de informação científica em infraestruturas de âmbito nacional (RCAAP) e europeu (OpenAIRE), procurando destacar os requisitos de interoperabilidade (normas, protocolos e diretrizes técnicas) inerentes aos processos de integração dos sistemas.

Estes e outros programas que os SDUM têm vindo a acolher representam oportunidades cruciais para a troca de experiências profissionais e partilha de informação em virtude da melhor compreensão e disseminação do Acesso Aberto.

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 25 de Junho de 2015 Read More →
Prorrogação do prazo de submissão de trabalhos da 6ª ConfOA para 31 de maio de 2015

Prorrogação do prazo de submissão de trabalhos da 6ª ConfOA para 31 de maio de 2015

O prazo para a apresentação de propostas para a 6ª ConfOA que se irá realizar na Bahia – Brasil, de 4 a 7 de outubro de 2015, foi prolongado até ao dia 31 de maio.

confoa2015_600-fw

Os trabalhos submetidos podem ser apresentados nas seguintes modalidades:

  • Comunicações – deverá ser apresentado um resumo de 1 a 2 páginas (aproximadamente 500 a 1.000 palavras) de cada proposta;
  • Pósteres – Deverá ser apresentado um resumo de 1 página (até 500 palavras) de cada proposta.

A 6ª ConfOA tem por objetivo promover a partilha, discussão, produção e divulgação de conhecimentos, práticas e pesquisa sobre o Acesso Aberto em todas as suas dimensões e perspetivas, servindo de catalisador à disseminação de políticas, pesquisa e desenvolvimento na área.

No âmbito da Conferência os temas a serem abordados são os seguintes:

– Repositórios de publicações científicas;
– Revistas científicas de Acesso Aberto;
– Repositórios de dados científicos;
– Políticas e mandatos de Acesso Aberto;
– Interoperabilidade entre os repositórios e outros sistemas de informação de apoio à atividade científica e académica;
– Sistemas de gestão da Ciência e Tecnologia (CRIS);
– Preservação digital;
– Direitos de autor;
– Acesso Aberto, bibliometria e métricas alternativas.

Informações gerais: http://www.acessolivre.pt/c/index.php/confoa2015/c

Em caso de dúvida ou questão, poderão usar o email: confoa2015@gmail.com

Partilhem e divulguem!!!

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 14 de Maio de 2015 Read More →
Open Access: as primeiras visitas de 2015 aos SDUM

Open Access: as primeiras visitas de 2015 aos SDUM

Dando continuidade às visitas realizadas anteriormente ao Gabinete de Projetos Open Access dos Serviços de Documentação, quer por parte de colegas de universidades de outros países, quer de colaboradores dos projetos europeus, recebemos no último mês diversos colegas.

Cristal.fwNa semana de 16 a 20 de março, no âmbito do programa IACOBUS, recebemos a Cristal Martínez Pousa, da Universidade de Santiago de Compostela, Espanha.

A equipa dos Serviços de Documentação apresentou os projetos Open Access em que tem participado, quer a nível nacional (projeto RCAAP), quer a nível internacional (OpenAIRE, FOSTER e PASTEUR4OA). Já o RepositóriUM com destaque nos workflows, política institucional, procedimentos de monitorização e estatística, foi também apresentado neste intercâmbio profissional.

Por sua vez Cristal Martínez Pousa teve a possibilidade de nos dar a conhecer a realidade do repositório da Universidade de Santiago de Compostela.

Jochen.fw

Durante este mês de abril, na sequência da co-organização e participação dos Serviços de Documentação na conferência anual COAR-SPARC visitou-nos Jochen Schirrwagen, da Universidade de Bielefeld, Alemanha, responsável pelo processo de data curation do portal OpenAIRE e da equipa das directrizes OpenAIRE.

Taro.fwEm simultâneo, recebemos Misumi Taro, Gestor  do repositório da Universidade Chiba, Japão, com o objetivo prático de se inteirar das questões práticas do RepositóriUM.

Todas as visitas acolhidas se revelam em excelentes oportunidades de troca de informação e experiências profissionais, sobre diferentes perspectivas, em prol dos desenvolvimentos do Acesso Aberto.

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 23 de Abril de 2015 Read More →
São já mais de 500.000 artigos em Acesso Aberto no Portal RCAAP

São já mais de 500.000 artigos em Acesso Aberto no Portal RCAAP

O Portal RCAAP (Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal) indexa já mais de 500.000 documentos em Acesso Aberto provenientes de 83 recursos. Com estes números, que se têm mantido com um crescimento sustentado, o RCAAP assume-se como o principal agregador de ciência em Acesso Aberto do espaço lusófono, à distância de um clique e em qualquer parte do mundo. Indexa artigos científicos, partes ou capítulos de livros, todo o tipo de documentos relacionados com uma conferência, teses de doutoramento e dissertações de mestrado disponíveis para downloads sem restrições.Em 6 anos o Projeto RCAAP consolidou a sua missão e objetivos, ganhando reconhecimento e importância a nível nacional e internacional. A nível nacional, a exigência do crescimento e da melhoria contínua dos serviços são os desafios para os que diariamente trabalham para servir a Comunidade.

logo_rcEm sintonia com este crescimento global do Projeto RCAAP, o Repositório Comum, criado em 2009,  tem tido um forte aumento, quer ao nível das consultas, quer de downloads. Destina-se a investigadores afiliados em instituições dos sistema científico nacional que não possuam repositório institucional próprio. Presentemente conta já com 4824 documentos agregados de 38 instituições aderentes.

Por outo lado, o RCAAP será um serviço chave para assegurar o cumprimento dos requisitos da Política de Acesso Aberto da FCT. Estas orientações de carácter vinculativo estabelecem as regras a observar pelos investigadores no âmbito das publicações resultantes de investigação financiada, total ou parcialmente, pela FCT.

O RCAAP contribuiu decisivamente para se dar cumprimento ao Decreto-Lei 115/2013 que define como obrigatório o depósito legal de uma cópia digital de teses de doutoramento, de trabalhos previstos nas alíneas a) e b) do nº 2 do art.º 31º e de dissertações de mestrado num repositório integrante da rede RCAAP.

O dia-a-dia é desafiante, mas só possível face à audácia por parte de toda a Comunidade RCAAP.

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 19 de Dezembro de 2014 Read More →
Nova versão do Validador RCAAP apresentada na 5ª ConfOA

Nova versão do Validador RCAAP apresentada na 5ª ConfOA

Foi apresentada nos dias 6, 7 e 8 de outubro, no âmbito da 5ª Conferência Luso-Brasileira sobre Acesso Aberto, uma nova versão (v2) do validador de repositórios do RCAAP, uma ferramenta indispensável para conferir o grau de conformidade de um repositório com diretrizes, desenvolvida no âmbito do projeto RCAAP.

Esta necessidade de melhoria adveio da imprescindibilidade de tornar o validador numa ferramente mais flexível, com novos contextos Validador_PT_A0de validação, permitindo criar uma validação personalizada, enquadrando-se com os requisitos da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), dando cumprimento às diretrizes OpenAIRE, etc..

Esta versão que se apresenta com substânciais melhorias, tendo por base o protocolo OAI-PMH, introduz novos contextos de validação ao nível da possibilidade de escolha de um determinado conjunto (set), integra uma nova interface e é traduzido para inglês para que se torne disponível  e acessível aos gestores de repositórios internacionais.

Esta ferramenta pode ser usada, numa perspetiva futurista, para apoiar planos de preservação digital de dados e identificar os formatos dos ficheiros da ferramenta FITS.

Para se obter uma validação é necessário:

  1. registar o recurso
  2. escolher o tipo de validação
  3. após um brevíssimo tempo de espera, consulte o seu e-mail
  4. visualize, analise e corrija a lista de erros identificados

Esta nova versão do Validador permite que os gestores de respositórios e revistas tenham ao dispor uma ferramenta que lhes permita analisar os respetivos recursos com qualidade, de forma personalizada e integrada.

Saiba + em:

Pergunte-nos:

  • info@rcaap.pt

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 14 de Outubro de 2014 Read More →