guias & tutoriais

OpenAIRE publicou conjunto de folhetos com dicas práticas sobre o Acesso Aberto e Dados Abertos no Horizonte 2020

OpenAIRE publicou conjunto de folhetos com dicas práticas sobre o Acesso Aberto e Dados Abertos no Horizonte 2020

O OpenAIRE disponibiliza no seu portal informação de apoio dirigida a investigadores, coordenadores de projetos, administradores de ciência e gestores de repositórios sobre as políticas de Acesso Aberto da Comissão Europeia. Recentemente, publicou uma coleção de folhetos, em inglês,  sobre o Acesso Aberto no Programa Horizonte 2020. São folhetos com diferentes destinatários com o objetivo de clarificar os requisitos do mandato de Acesso Aberto no âmbito do H2020 e do projeto piloto dos Dados Abertos da CE.

factsheets_openaire2015

1) OpenAIRE Factsheet for Researchers – folheto com dicas práticas para investigadores sobre como cumprir com o mandado Open Access do Horizonte 2020 e o projeto piloto de Open Data, detalhando onde, quando e como depositar publicações e dados.

2) OpenAIRE Factsheet for Research Administrators – folheto com informações breves e conselhos para administradores/gestores de ciência sobre o Open Access no Horizonte 2020, incluindo dicas de serviços OpenAIRE, nomeadamente a criação de listas com as publicações dos projetos.

3) OpenAIRE Open Research Data Pilot Factsheet – folheto com um guia breve sobre o que é o projeto piloto de Dados Abertos do Horizonte 2020, quais as vantagens em participar, quais as áreas científicas envolvidas, incluindo dicas práticas de como criar um plano de gestão de dados e onde depositar dados de investigação.

Estes folhetos funcionam como breves guias e podem ser consultados e descarregados em www.openaire.eu/factsheets/support/h2020. Para além dos folhetos destacados em cima, estão disponibilizados outros e serão publicados brevemente mais dirigidos a gestores de repositórios e sobre serviços da infraestrutura OpenAIRE.

Mais informações de suporte em: www.openaire.eu/support/faq.

factsheets_openaire

Autor: Pedro Príncipe

Profissional de informação, documentação e comunicação. Actualmente nos serviços de documentação da Univ. Minho como gestor de projectos Open Access – OpenAIRE e OpenAIREplus. Formador de TIC. Vive com paixão!

By 25 de Agosto de 2015 Read More →
As novas regras do Google e o acesso à publicação científica

As novas regras do Google e o acesso à publicação científica

A utilização crescente de dispositivos móveis na Internet tem levado ao desenvolvimento dos websites responsivos para dar resposta otimizada à visualização da informação em vários dispositivos (smartphones, tablets e computadores).

Recentemente, foi a vez do motor de pesquisa Google alterar as suas regras de apresentação dos resultados em função da capacidade de um website de ser apresentado aos dispositivos móveis (designado por “mobile-friendly”).

São considerados “mobile-friendly” os websites que contenham as seguintes características após análise dos robots da Google:

  • Evita software não recomendado em dispositivos móveis, como o Flash
  • Possui texto que permite a sua leitura sem zoom
  • Adapta o tamanho do conteúdo para que o utilizador não tenha que deslizar a página na horizontal (scroll) ou fazer zoom
  • Coloca os links distantes o suficiente para poderem ser corretamente tocados

Se pretender efetuar um teste ao seu repositório, revista ou outro serviço, faça já este teste: Mobile-Friendly Test

mobile-friendly

Analisando as várias versões de software usadas no âmbito da gestão de publicações científicas em Portugal, verificamos que ao nível do DSpace, as versões 4 e superiores estão já compatíveis com as novas regras da Google. Neste caso, por exemplo o RepositóriUM cumpre com os novos requisitos.

IMG_0320

Ao nível do Open Journal Systems (OJS), as versões atuais em produção não são ainda compatíveis com os novos requisitos, sendo que a versão 3, que deverá ter uma nova versão beta a meados de 2015, já permitirá o cumprimento desses requisitos, ou pelo menos facilitará essa compatibilidade.

É previsível que esta nova regra da Google venha a ser seguida pelos principais motores de pesquisa pois o acesso à Internet através de dispositivos móveis tem vindo a crescer e esta medida surge como uma forma de facilitar o acesso e a experiência de uso dos utilizadores. Além da questão de usabilidade e interface, este tópico pode ser particularmente importante para os repositórios no que diz respeito à sua visibilidade na web e ao acesso aos seus conteúdos.

Para quem pretender aprofundar a questão, existe alguma documentação (para já em inglês) para analisarem algumas recomendações:

 

Autor: José Carona Carvalho

Gestor de Projeto no Gabinete de Projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. Gestão dos serviços de informação, apoio e formação são as áreas de intervenção.

By 7 de Maio de 2015 Read More →
How Open Is It? Espetro do Acesso Aberto em Português

How Open Is It? Espetro do Acesso Aberto em Português

Os Serviços de Documentação da Universidade do Minho em colaboração com a PLOS levaram a cabo a tradução para português do guia HowOpenIsIt? Espetro do Acesso Aberto. Este guia pretende ser um suporte de apoio para compreender os componentes que definem as revistas científicas em Acesso Aberto, reconhecer o que faz uma revista científica ser mais ou menos aberta e tomar decisões informadas sobre onde publicar.

O guia está disponível no website da iniciativa em PDF e licenciado sob CC BY.

 

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 13 de Junho de 2014 Read More →
Open Access Timeline

Open Access Timeline

Uma década após o arranque do RepositóriUM, é tempo de olhar para trás, de identificar os principais acontecimentos e referenciá-los para dar os próximos passos.

Integrada nas ações comemorativas do 10º Aniversário do RepositóriUM, esta timeline pretende dar a conhecer a evolução do repositório institucional da Universidade do Minho e o contexto em que ele se envolveu ao longo do tempo, integrado em diversas iniciativas.

Além dos marcos temporais, foram disponibilizados alguns recursos ou ligações para ilustrar os principais acontecimentos relacionados com o RepositóriUM.

Consulte a Timeline!

Autor: José Carona Carvalho

Gestor de Projeto no Gabinete de Projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. Gestão dos serviços de informação, apoio e formação são as áreas de intervenção.

By 21 de Novembro de 2013 Read More →
Workshop sobre Repositórios Open Access no 11º Congresso BAD

Workshop sobre Repositórios Open Access no 11º Congresso BAD

“Repositórios Open Access – novos serviços de apoio à atividade científica e académica” foi o tema do workshop apresentado pela equipa dos Projetos Open Access da Universidade do Minho no âmbito do 11º Congresso BAD.

Esta sessão integrada nos workshops pré-congresso abordou a interoperabilidade entre os repositórios e outros sistemas de informação de apoio à atividade científica e académica e a demonstração de serviços de valor acrescentado para repositórios.

Apresentações realizadas:

Parte 1 – Introdução

Parte 2 – Visão do Repositório Institucional

Parte 3 – Visão Nacional

Parte 4 – Perspetiva Internacional

Autor: José Carona Carvalho

Gestor de Projeto no Gabinete de Projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. Gestão dos serviços de informação, apoio e formação são as áreas de intervenção.

Open Journal Systems no Portal RCAAP

Open Journal Systems no Portal RCAAP

Com a introdução de revistas científicas nos recursos do Portal RCAAP foi necessário reformular as “Condições de Agregação do Portal RCAAP”, tanto para a aceitação dos conteúdos revistas científicas como para o caso dos dados científicos.

Estas condições definem quais as características dos metadados e os requisitos técnicos necessários para que as revistas científicas passem a ser agregadas no Portal RCAAP.

Ainda no âmbito deste projeto, foi criado o Serviço de Alojamento de Revistas Científicas (SARC) com o Open Journal System (OJS), um sistema open-source com provas dadas pelo mundo fora e com algumas instâncias já em funcionamento em Portugal.

O Tutorial AGREGAÇÃO DE REVISTAS CIENTÍFICAS COM OJS NO PORTAL RCAAP pretende descrever quais os passos necessários para que as revistas que utilizam este sistema possam de forma mais automatizada, integrar o Portal RCAAP, dando-lhe ainda maior visibilidade e ir ao encontro do que são as diretrizes DRIVER.

Este recurso disponibilizado pelo Projeto RCAAP revela-se de grande utilidade mesmo para quem não tem grandes conhecimentos técnicos!

URL: http://projecto.rcaap.pt/index.php/lang-pt/consultar-recursos-de-apoio/remository?func=fileinfo&id=352

 

Autor: José Carona Carvalho

Gestor de Projeto no Gabinete de Projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. Gestão dos serviços de informação, apoio e formação são as áreas de intervenção.

Guia OpenAIRE para instituições de investigação

Guia OpenAIRE para instituições de investigação

O guia OpenAIRE para instituições de investigação tem como objectivo apoiar as instituições e os decisores na implementação de políticas e procedimentos viáveis de Open Access. As recomendações que constam do guia são baseadas nas boas práticas de um conjunto de Instituições de Investigação e Universidades da Europa.

Os serviços de Documentação da Universidade do Minho foram responsáveis no âmbito do consórcio OpenAIRE pelo desenvolvimento durante o primeiro ano do projeto de um toolkit (divulgado em abril de 2011) para a implementação de políticas Open Access na instituições de ensino superior e investigação, baseado na sua experiência nacional e nas melhores práticas europeias.

No guia encontrará os seguintes conteúdos:

  • Open Access
    • O que é Open Access?
    • Porque é que o Open Access é desejável?
    • Como alcançar o Open Access?
    • Vantagens institucionais do Open Access
    • Open Access na Europa
  • Implementar o Open Access na sua instituição
    • Políticas institucionais de Open Access
    • Repositórios institucionais
    • Cumprimento do projeto piloto do 7º PQ e das Diretrizes ERC na sua instituição

O Guia está disponível em língua inglesa no site do projeto OpenAIRE em http://www.openaire.eu/en/component/attachments/download/141.

Autor: Pedro Príncipe

Profissional de informação, documentação e comunicação. Actualmente nos serviços de documentação da Univ. Minho como gestor de projectos Open Access – OpenAIRE e OpenAIREplus. Formador de TIC. Vive com paixão!

By 21 de Agosto de 2012 0 Comments Read More →
Topic Maps: Acesso Aberto e Publicação Científica

Topic Maps: Acesso Aberto e Publicação Científica

Foram desenvolvidos no Projeto Necobelac, em vários idiomas, um conjunto de topic maps (um misto de conteúdos e mapas mentais) sobre dois pilares do projeto: Acesso Aberto e Publicação Científica.

Para cada tópico existe uma descrição do tópico abordado, recursos para mais leitura e temas para debate que podem ser aproveitados para efeitos de formação, workshops, etc. Além disso, pode explorar os conteúdos através de ligações / relações entre os tópicos.

Este recurso reveste-se de particular importância, pois além de disponibilizar muita informação atualizada permite uniformizar a taxonomia usada nesta área e contextualizar a sua relação com os demais tópicos.

Topic Maps disponíveis em: http://62.204.194.27/necobelac/indexing.jsp

Autor: José Carona Carvalho

Gestor de Projeto no Gabinete de Projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. Gestão dos serviços de informação, apoio e formação são as áreas de intervenção.