MedOAnet

Visita de Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

Visita de Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

No âmbito de uma visita de trabalho à Universidade do Minho,  a nova Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo, acompanhada pelo Reitor (António Cunha) e Vice-Reitor (Rui Vieira de Castro) da Universidade do Minho , visitou hoje, dia 17 de dezembro de 2015, os Serviços de Documentação da Universidade do Minho tendo reunido com o Diretor dos SDUM, Eloy Rodrigues.

IMG_1285

A reunião teve como propósito conhecer de uma forma mais próxima o RepositóriUM e os projetos e atividades, no âmbito do Acesso Aberto, nos quais a Universidade do Minho tem assumido responsabilidades de coordenação científica e/ou técnica. Na reunião foi possível apresentar brevemente, e trocar algumas impressões,  sobre os projetos e atividades na área das infraestruturas (RCAAP e OpenAIRE),  da coordenação de políticas (PASTEUR4OA), da formação e sensibilização (FOSTER) e do alinhamento e cooperação internacional (COAR, Portal do Conhecimento de Cabo Verde e Repositório Insitucional da Universidade Nacional de Timor Lorosa’e).

Autor: Raquel Truta

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

By 17 de Dezembro de 2015 Read More →
Diretrizes MedOANet para a implementação de políticas de acesso aberto

Diretrizes MedOANet para a implementação de políticas de acesso aberto

As Diretrizes para a Implementação de Políticas de Acesso Aberto foram produzidas no âmbito do Projeto MedOANet (Mediterranean Open Access Network – www.medoanet.eu), financiado pelo 7º PQ da Comissão Europeia. Têm como objetivo o desenvolvimento de políticas coordenadas nos seis países do Mediterrâneo que participam no projeto disponibilizando orientações concisas para o desenvolvimento de políticas convergentes em França, Grécia, Itália, Portugal, Espanha e Turquia e são dirigidas aos decisores políticos e outras partes interessadas, especificamente a organizações que realizam investigação e a financiadores de investigação.

As diretrizes têm em conta as melhores práticas e os recentes desenvolvimentos Europeus, em particular, a Recomendação e a Comunicação da Comissão Europeia sobre acesso, preservação e disseminação da informação científica (2012) e o planeado para o Horizonte 2020. Foram também usados outros documentos relevantes entre os quais os produzidos recentemente pela UNESCO, League of European Research Universities, European University Association, Science Europe entre outros, assim como os resultados dos inquéritos por questionário realizados pelo projeto nos seis países.

Mais especificamente as diretrizes:

  • Apresentam os conceitos essenciais no que diz respeito ao acesso aberto
  • Sintetizam os passos principais no processo de desenvolvimento de uma política
  • Apresentam os componentes mais importantes de uma política institucional e de uma política de um financiador de ciência
  • Sugerem modelos de políticas para organizações que realizam investigação científica e financiadores de ciência
  • Apresentam boas práticas de desenvolvimento de políticas de instituições que realizam investigação e financiadores

O documento está disponível para download através do link.

Se é do seu interesse ter a cópia do documento em formato impresso, por favor, contacte-nos através do endereço de email: openaccess@sdum.uminho.pt

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 19 de Dezembro de 2013 Read More →
Conferência Europeia do Projeto MedOANet

Conferência Europeia do Projeto MedOANet

Decorreu nos dias 17 e 18 de outubro de 2013, em Atenas, a conferência final do MedOANet organizada pelo coordenador do projeto (EKT/NHRF).

O foco do projeto MedOANET, durante os dois da sua duração, foi a definição e implementação de políticas de acesso aberto coordenadas em seis países do Mediterrâneo: Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia e Turquia.

Neste evento pretendeu-se apresentar os resultados do projeto situando-os num contexto mais amplo à escala Europeia. A conferência iniciou-se com uma mensagem vídeo da Comissária Europeia para a Investigação, Inovação e Ciência, Máire Geoghegan-Quinn, que afirmou a importância do projeto MedOANet na coordenação de políticas de acesso aberto.

A conferência do MedOANET proporcionou um fórum de discussão sobre as melhores práticas na implementação e definição de políticas de acesso aberto na Europa, quer por instituições que realizam investigação científica, quer por financiadores de ciência. O evento possibiliotu também com uma discussão sobre o papel do acesso aberto no âmbito do Espaço Europeu da Investigação por representantes da Comissão Europeia e outros importantes atores envolvidos na implementação do Espaço Europeu da Investigação, como a European University Association, a League of European Research Universities e Science Europe.

Relativamente à participação portuguesa, estiveram presentes quatro pessoas (dois membros da equipa da UMinho que participa no projeto, e dois membros do grupo de trabalho nacional português do MedOANet), que realizaram três apresentações. Vasco Vaz, do Departamento da Sociedade da Informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, contextualizou as iniciativas e a corrente situação do acesso aberto em Portugal e apresentou a proposta de políticas de acesso aberto da FCT. Eloy Rodrigues, dos Servições de Documentação da Universidade do Minho, descreveu o processo de implementação e monitorização do mandato de acesso aberto da Universidade do Minho e informou sobre o novo projeto europeu coordenado pelos SDUM – FOSTER (Facilitate Open Science for European Research).

As apresentações estão acessíveis no website do evento em: http://openaccess.gr/conferences/conference2013/programme.dot

Resumo da conferência realizado por Lluís Anglada disponível em: http://www.ub.edu/blokdebid/ca/content/politicas-de-acesso-aberto-nos-paises-do-sul-da-europa

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 1 de Novembro de 2013 Read More →
<!--:pt-->Relatório sobre o Workshop Europeu do Projeto MedOANet<!--:--><!--:en-->MedOANet Report on the European Workshop Released<!--:-->

Relatório sobre o Workshop Europeu do Projeto MedOANetMedOANet Report on the European Workshop Released

O Workshop Europeu, organizado no âmbito do Projeto MedOAnet, ficou concluído com a publicação do relatório que, para além de descrever a metodologia utilizada na organização das sessões de trabalho, apresenta não só os resultados de cada sessão mas também as conclusões e recomendações para a implementação de políticas de acesso aberto em instituições que desenvolvem investigação científica e por financiadores de ciência.

O Workshop Europeu realizou-se no dia 6 de fevereiro de 2013, na Universidade do Minho, com o objetivo de reunir membros dos grupos de trabalho dos seis países do sul da Europa que integram a rede do projeto MedOANet de que fazem parte: Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia e Turquia.

Para além da troca de experiências e conhecimentos entre representantes de instituições que desenvolvem investigação científica, financiadores de ciência e editores científicos da rede MedOAnet proporcionou-se a interação com pessoas de outros projetos como são exemplo OpenAIREplus e COAR.

O relatório está disponível através do website do MedOAnet em:

http://www.medoanet.eu/news/medoanet-report-european-workshop-released

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 13 de Junho de 2013 Read More →
Os próximos desenvolvimentos do Open Access na Europa foram debatidos na Universidade do Minho

Os próximos desenvolvimentos do Open Access na Europa foram debatidos na Universidade do Minho

Os passados dias 6, 7 e 8 de fevereiro foram de grande agitação na Universidade do Minho com a realização do UMinho Open Access Seminar que reuniu os Workshops dos projetos MedOANet e OpenAIREplus, juntando 125 participantes provenientes de 22 países da Europa.

Foi claramente um momento marcante para o desenvolvimento destes dois relevantes projetos e consequentemente, uma excelente oportunidade para os profissionais e investigadores interessados na temática do Acesso Aberto à informação científica conhecerem e debaterem sobre os próximos desafios no domínio das políticas e mandatos Open Access na Europa, e também sobre os projetos e as questões relevantes atualmente para a Interoperabilidade de sistemas e repositórios de informação e publicação científica.

Destes três dias de intensa atividade e debate ficam os registos das apresentações realizadas e que podem ser consultadas as gravações das sessões dos dias 7 e 8 e todos os slides apresentados nos três dias de evento: http://openaccess.sdum.uminho.pt/?page_id=1791 (disponíveis online também algumas fotos do evento).

O primeiro dos três dias de evento foi dedicado ao workshop Europeu do MedOANet que juntou decisores e responsáveis instituicionais, membros dos grupos de trabalho MedOANet em representação dos seis países que constituem esta rede do Mediterrâneo (Portugal, Spain, France, Italy, Greece and Turkey), que apresentaram as realidades nacionais e analisaram a definição, implementação e monotorização das políticas Open Access com base nas diferentes perspectivas institucionais – dos organismos financiadores e das instituições de investigação. O relato síntese do evento pode ser consultado na nota de imprensa publicada para o efeito, sendo que os resultados deste workshop serão publicados brevemente na forma de conclusões e recomendações.

Aos 42 delegados que participaram no workshop MedOANet juntaram-se no segundo dia mais de 80 pessoas, num seminário aberto à comunidade que começou por abordar os desafios da implementação e sustentabilidade das políticas e mandatos Open Access na Europa. Nas comunicações dos três oradores convidados – Lucia Monaco da Fondazione Telethon, Alma Swan da Enabling Open Scholarship e de Bernard Rentier, Reitor da Universidade de Liége – e depois com os primeiros resultados apresentados do projeto MedOANet, ficaram patenteadas as vantagens da definição de políticas Open Access nas instituições de ensino, investigação e agências financiadoras públicas ou privadas, e identificados alguns dos desafios que se colocam às instituições na Europa, muito na linha das recomendações que assinalaram os 10 anos da “A Iniciativa de Acesso Aberto de Budapeste”.

Neste domínio, a presença de Jean-François Dechamp, em representação da Direcção-Geral para a Investigação e Inovação da Comissão Europeia (CE), veio clarificar a aposta da Comissão Europeia no desenvolvimento e implementação do Acesso Aberto aos resultados da investigação com financiamento europeu plasmada em três documentos –  destacados por Jean-François Dechamp para as três abordagens que a CE preconiza atualmente:

Com a realização da sessão “Open Science, Open Data e Repositórios” passámos a centrar o nosso olhar no projecto OpenAIRE enquanto infraestrutura de suporte à Open Science na Europa, num primeiro momento, com Geoffrey Boulton da University of Edinburgh, Jenny Molloy da Open Knowledge Foundation e Alicia Lopes Medina em representação da Confederação de Repositórios Open Access, e depois com a apresentação dos resultados do trabalho desenvolvido no âmbito da 2ª Geração da infraestrutura OpenAIRE. Valerá a pena destacar a muito aguardada apresentação de Geoffrey Boulton – que coordenou recentemente para a Royal Society a comissão que publicou o relatório “Science as an Open Entreprise” – e que nos apontou, entre desafios e oportunidades para a Ciência, o porquê dos dados abertos serem hoje uma questão urgente.

O Workshop OpenAIRE sobre Interoperabilidade, do qual pode ser consultado o relato das atividades e principais lições aprendidas no artigo já publicado para o efeito, encerrou este evento de três dias que quisemos aberto e integrador – para constituir um momento de abordagem transversal do Open Access nos desafios e oportunidades que se colocam atualmente aos sistemas de publicação e comunicação da ciência, e igualmente, para se constituir uma oportunidade para a comunidade portuguesa aceder aos valiosos contributos das pessoas, projetos e iniciativas que se conseguiu congregar neste primeiros dias de fevereiro de 2013 na Universidade do Minho.

Autor: Pedro Príncipe

Profissional de informação, documentação e comunicação. Actualmente nos serviços de documentação da Univ. Minho como gestor de projectos Open Access - OpenAIRE e OpenAIREplus. Formador de TIC. Vive com paixão!

By 15 de Fevereiro de 2013 Read More →
The MedOANet European Workshop Press Release

The MedOANet European Workshop Press Release

The MedOANet European Workshop took place at the University of Minho, Braga – Portugal, on the 6th February, 2013, included in a larger event, the UMinho Open Access Seminar, which brought together the MedOANet European Workshop and the OpenAIRE Interoperability Workshop, offering also public sessions on Open Access policies, open science, data repositories, interoperability and research infrastructures.

The main goal of the MedOANet European Workshop was to bring together decision-makers and task force representatives from the six Mediterranean countries: Portugal, Spain, France, Italy, Greece and Turkey.  The event gathered 42 participants, comprising experts, project partners and task force members.

The MedOANet European Workshop included presentations by the project partners with a brief overview on Open Access in the six Mediterranean countries and allowed participants to engage in discussion into two parallel sessions addressed to Research Funders and Research Performing Organizations’ representatives.  On both sessions issues on policy definition, policy implementation and sustainability, and policy enforcing and monitoring were addressed in the perspective of Research Funders and Research Performing Organizations.

The general and preliminary conclusions stressed the regional diversity (levels of awareness and involvement of stakeholders across the countries), the limited coordination at different levels (national, regional and within the European context) on the Mediterranean countries and the need to strengthen the advocacy and awareness efforts and make them permanent. Finally, a strong recommendation has been issued to improve the convergence, alignment and coordination of policies at regional level, using the European Commission’s policies and documents (especially the Communication and the Recommendation to member states from July 2012) as the general framework and model for this purpose.

As a result of the MedOANet European Workshop, a report with conclusions and recommendations will be produced soon, combined with Guidelines for policy makers that will be issued in the coming months, with a view to the effective implementation of the Commission’s recommendations on Open Access to scientific information.

The presentations can be found at the UMinho Open Access Seminar website: [http://openaccess.sdum.uminho.pt/?page_id=1791]

Press Release [PDF]

MedOANet (Mediterranean Open Access Network) addresses the necessity for coordinated strategies and policies in Open Access to scientific information in Europe.  The project’s goal is to enhance existing policies, strategies and structures for Open Access and to contribute towards the implementation of new ones in six Mediterranean countries: Greece, Turkey, Italy, France, Spain and Portugal.  It will also promote national and regional coordination of policies, strategies and structures in these six countries and beyond. The consortium comprises organizations from nine countries with key roles in issues of access to, dissemination and preservation of research.

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 14 de Fevereiro de 2013 Read More →
Open Access Tracker

Open Access Tracker

O projeto MedOANet tem o prazer de anunciar o lançamento da ferramenta online ‘Open Access Tracker’.

MedOANet (Mediterranean Open Access Network) é um projeto de dois anos financiado pelo programa Ciência e Sociedade do 7º Programa-Quadro da Comissão Europeia. O projeto pretende reforçar políticas existentes, estratégias e estruturas de acesso aberto e contribuir para a implementação de novas políticas, estruturas e estratégias nos seis países do Mediterrâneo: Grécia, Turquia, Itália, França, Espanha e Portugal.

A fim de manter o controlo dos avanços do acesso aberto nestes países, observar o seu crescimento e ter uma visão em tempo real do estado de arte, tendo por base fontes oficiais, desenvolveu-se uma ferramenta online designada por ‘Open Access Tracker’.
O ‘Open Access Tracker’ reúne informação sobre revistas científicas, repositórios em acesso aberto, políticas institucionais, políticas de financiadores e de editores representando as atividades de acesso aberto nos seus países.

O ‘tracker’ agrega informação de serviços autorizados como o DOAJ, SHERPA/RoMEO, SHERPA/Juliet, OpenDOAR e ROARMAP. Mostra o crescimento dos diferentes tipos de atividades de acesso aberto e de políticas em números, permitindo criar um perfil de cada país, mas também apresentar o crescimento deste tipos de recursos de uma forma visual por país e por ano como representado nas fontes externas que utiliza. O ‘tracker’ pretende incentivar a comunidade de interessados a registar os seus recursos em acesso aberto nestes serviços, de modo a que estes dados sejam recolhidos e agregados no ‘tracker’, como forma de aumentar o grau de precisão das informações sobre o estado do acesso aberto nos seis países participantes.

O ‘Open Access Tracker’ tem funções de Navegação e de Procura que permitem encontrar muito facilmente a informação recolhida.

O ‘Open Access Tracker’ permite:

  •  Ter uma visão geral do acesso aberto em tempo real dos seis países
  • Disseminar atividades sobre acesso aberto a decorrer com referência a revistas científicas, repositórios e políticas
  • Saber quais as políticas de acesso aberto dos editores científicos e dos financiadores de ciência do Mediterrâneo
  • Comparar as tendências de acesso aberto no Mediterrâneo
  • Observar o crescimento anual dos recursos de acesso aberto
  • Ter uma ferramenta para promover o acesso aberto com dados que suportem as atividades de disseminação

Experimente o ‘Open Access Tracker’ do MedOANet!

http://www.medoanet.eu/open-access-tracker-information

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

By 13 de Dezembro de 2012 0 Comments Read More →
Visita da Professora María Soledad Ramirez Montoya da Escuela de Graduados en Educación del Tecnológico de Monterrey, México

Visita da Professora María Soledad Ramirez Montoya da Escuela de Graduados en Educación del Tecnológico de Monterrey, México

Recebemos, no dia 23 de Novembro, a visita de trabalho de María Soledad Ramirez Montoya, professora investigadora da Escuela de Graduados en Educación del Tecnológico de Monterrey, México.  A visita que ocorreu na sequência da realização de uma investigação sobre inovação e práticas educativas, e-Learning, repositórios e acesso aberto, visou ainda conhecer com maior detalhe as atividades relacionadas com o Acesso Aberto desenvolvidas pelos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

Durante a visita e no âmbito da referida investigação, foi feita uma entrevista ao gestor do RepositóriUM, em que foi dado a conhecer um pouco sobre a história e atividades do repositório institucional da Universidade do Minho desde a sua génese.

Neste encontro houve ainda oportunidade para apresentar os diferentes projetos e atividades em que os SDUM estão ou estiveram envolvidos: RCAAP; OpenAIRE e OpenAIREplus, MedOANet, Portal do Conhecimento de Cabo Verde, NECOBELAC e DRIVER.

Estamos certos que esta visita contribuiu para um melhor conhecimento mútuo e para a avaliação de oportunidades de cooperação entre as nossas organizações.

Autor: Ricardo Saraiva

Gestor do RepositóriUM - repositório institucional da Universidade do Minho.

By 10 de Dezembro de 2012 0 Comments Read More →
Marque na sua agenda! UMinho Open Access Seminar 6-8 fev 2013

Marque na sua agenda! UMinho Open Access Seminar 6-8 fev 2013

A Universidade do Minho em parceria com os projetos OpenAIRE e MedOANet  tem o prazer de anunciar o evento ‘UMinho Open Access Seminar’ que será realizado na Universidade do Minho, em Braga, nos dias 6, 7 e 8 de fevereiro de 2013.

Aproveitando a oportunidade de reunir especialistas em acesso aberto internacionais que são parceiros no projeto OpenAIRE e no projeto MedOANet, a UMinho está a organizar um evento que irá incluir as reuniões formais de ambos os projetos e um dia de seminário com sessões sobre políticas de acesso aberto, ciência aberta, interoperabilidade e infraestruturas para a investigação.

Dos três dias de trabalhos fazem parte: o European Workshop do projeto MedOANet, a decorrer no dia 6 de fevereiro de 2013, com entrada reservada a membros do projeto e a convidados; o dia 7 de fevereiro será dedicado ao Seminário, aberto a todos os interessados; e no dia 8 será realizado o OpenAIRE Interoperability Workshop também aberto a todos os participantes.

Esta iniciativa é dirigida tanto a membros dos projetos MedOANET e OpenAIRE como também a gestores de repositórios, produtores de dados científicos, NOADs do OpenAIRE, interessados em ciência aberta, investigadores e bibliotecários.

  • O MedOANet European Workshop irá reunir decisores chave e membros dos Grupos de Trabalho dos seis países do Mediterrâneo: Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia e Turquia. Terá a contribuição de peritos em acesso aberto e representantes de organizações e iniciativas internacionais relevantes. Do workshop irá resultar o desenvolvimento de um documento com as conclusões/recomendações sobre como implementar políticas de acesso aberto em sintonia com as recomendações da Comissão Europeia e coordenadas com outras iniciativas de acesso aberto a decorrer nos seis países do sul da Europa participantes no projeto.
  • O OpenAIRE workshop centra-se na interoperabilidade entre infraestruturas de investigação para repositórios de publicações e dados científicos. Um marco do projeto OpenAIRE é a compreensão de como os repositórios de dados podem comunicar com outros sistemas e, para responder definiu como objetivos do workshop: 1) a disseminação das diretrizes do OpenAIRE, que irá incluir uma discussão sobre iniciativas nacionais e identificação de outras atividades que envolvam dados científicos; 2) uma discussão técnica sobre os desafios e abordagens que o OpenAIRE tem desenvolvido sobre interoperabilidade. Neste contexto estarão presentes representantes de fontes de dados selecionadas, que irão abordar formas de ligar sistemas, os desafios envolvidos e as prioridades. Outros tópicos de discussão incluem formatos de metadados, estatísticas, identificadores únicos, etc.

about | programmevenue | accommodation | travel | city of Braga | contact

The University of Minho, in conjunction with OpenAIRE Project and MedOANet Project, is pleased to announce the UMinho Open Access Seminar. The event will take place at the University of Minho, Braga, from 6 to 8 February 2013.

Taking advantage of the opportunity that OA international experts working on both the OpenAIRE and MedOANet projects are gathering at the same place, UMinho is organizing an event which will include not only meetings of each project, but also public sessions on open access policies, open science, data repositories, interoperability and research infrastructures, that will bring together the communities from both projects and will be open to all interested in these issues.

The three-day seminar include the European Workshop of the MedOANet project – 6th Feb (by invitation only), the open Seminar – 7th Feb, and the OpenAIRE Interoperability Workshop – 8th Feb.

These series of events is aimed at members of both MedOANET and OpenAIRE projects, repository managers (both data and publications), data providers, OpenAIRE NOADs, open science practitioners, and librarians.

  • The MedOANet European Workshop will bring together decision-makers and task force representatives from the six Mediterranean countries: Portugal, Spain, France, Italy, Greece and Turkey. It will also have the contribution of OA experts and representatives of relevant European and international organizations and initiatives. The workshop will produce a final document with conclusions/recommendations on how to implement coordinated policies in line with the European Commission’s Open Access policies and initiatives in view of the current state of OA in the aforementioned countries.
  • The OpenAIRE workshop will concentrate on interoperability between research infrastructures, namely between publication and data repositories. A fuller understanding of how data repositories can communicate with each other is an important milestone in OpenAIRE. The goals of the workshop are: 1) dissemination and awareness of OpenAIRE guidelines. This will include a discussion of uptake by national initiatives and identification of data initiatives; 2) a technical discussion about the challenges and approaches to interoperability faced by OpenAIRE. Selected data sources will be present and the focus on discussions will be on how to create links, the challenges involved and how to prioritize. Other topics of discussion will include metadata formats, usage statistics, unique IDs, input/output formats and interpretation of enhanced publications.

about | programme | registration | venue | accommodation | travel | city of Braga | contact

By 30 de Novembro de 2012 0 Comments Read More →
Workshop Nacional MedOANet

Workshop Nacional MedOANet

No primeiro dia da Semana do Acesso Aberto realizamos na Universidade do Minho o Workshop Nacional do projeto MedOANet, reunindo quase três dezenas de participantes, representando universidades, politécnicos, institutos,  laboratórios e outros organismos que realizam investigação científica, associações científicas e profissionais, financiadores de investigação e editores universitários.

O Workshop foi aberto com uma intervenção do Reitor da Universidade do Minho, Prof. António Cunha, que acompanhou uma parte dos trabalhos, e decorreu de uma forma viva e participada ao longo do dia. Do balanço muito positivo que fazemos, queremos destacar a participação interessada de diversas organizações e personalidades que pela primeira vez estiveram envolvidas num evento relacionado com o Acesso Aberto.

Bernard Rentier no Workshop MedOANet na UMinho em 22 de Outubro de 2012Para o sucesso do Workshop muito contribui a participação do Reitor da Universidade de Liège, Prof. Bernard Rentier que, para além de uma excelente apresentação partilhando a sua experiência com a política e o repositório institucional de Liège (ORBi), pode interagir ao longo do dia com os restantes participantes, responder a questões e exprimir opiniões que foram de grande utilidade para o debate.

 

O conjunto das apresentações realizadas no Workshop, bem como algumas fotografias, estão já disponíveis na página do evento neste mesmo site. Brevemente aí disponibilizaremos um relatório completo.

Autor: Eloy Rodrigues

Diretor dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho

By 24 de Outubro de 2012 0 Comments Read More →
Visita de Coordenadora do IBICT ao Gabinete de Projetos Open Access

Visita de Coordenadora do IBICT ao Gabinete de Projetos Open Access

Recebemos, no dia 4 de Outubro, a visita de trabalho de Maria Carmem Romcy de Carvalho, Coordenadora-Geral de Pesquisa e Manutenção de Produtos Consolidados do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT).  A visita que ocorreu na sequência da realização da 3ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto, visou conhecer com maior detalhe as atividades relacionadas com o Acesso Aberto desenvolvidas pelos Serviços de Documentação da Universidade do Minho.

Durante a visita a equipa do Gabinete de Projetos teve oportunidade de apresentar, a partir deste site que recentemente iniciamos, os diferentes projetos e atividades em que estamos ou estivemos envolvidos: OpenAIRE e OpenAIREplus, MedOANet, Portal do Conhecimento de Cabo Verde, NECOBELAC e DRIVER. O RepositóriUM, que esteve na origem de toda a nossa atividade neste domínio e continua a ser o nosso “porta-estandarte” foi também analisado. Tivemos ainda oportunidade de explorar um pouco o sistema de gestão da qualidade dos SDUM, em particular os aspetos relacionados com os processos da gestão de projetos e o do RepositóriUM.

Estamos certos que esta visita contribuiu para um melhor conhecimento mútuo e para o reforço das relações entre as nossas organizações, que desde 2010 decorre no âmbito da cooperação luso-brasileira entre o projeto RCAAP e o IBICT, na sequência do Memorando de Entendimento entre os Ministros da Ciência de Portugal e do Brasil.

Autor: Eloy Rodrigues

Diretor dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho

By 8 de Outubro de 2012 0 Comments Read More →
MedOANet saúda a comunicação e recomendação sobre o acesso e a preservação da informação científica emitida pela Comissão Europeia

MedOANet saúda a comunicação e recomendação sobre o acesso e a preservação da informação científica emitida pela Comissão Europeia

Na sequência da recomendação da Comissão Europeia, comunicada no passado mês de junho, sobre o acesso à informação científica e a sua preservação, o consórcio do projeto MedOAnet publicou a seguinte mensagem de apoio:

The Mediterranean Open Access Network Project (MedOANet http://www.medoanet.eu) welcomes and supports the European Commission’s Communication “Towards better access to scientific information” and the Recommendation to Member States on “access to and preservation of scientific information”, released yesterday.
As an EU-funded project with a focus on facilitating the implementation of coordinated open access policies in Mediterranean Europe and beyond, MedOANet shares the European Commission’s vision of boosting the benefits of the public investments on science and research for researchers, businesses and the public by increasing access to publicly funded research.

The European Commission’s commitment to expand the current FP7 Open Access Pilot programme in Horizon 2020 and its commitment to provide financial support for the infrastructures that host and provide access to research results (publications and data) is a very positive development. We welcome the Commission’s announcement that Open Access will be the general rule for all peer-reviewed publications arising from all projects funded in Horizon 2020. MedOANet further considers important the clarification on behalf of the Commission that both self-archiving into open access repositories (‘green’ open access) and open access publishing (‘gold’ open access) are valid approaches to achieve the aim of full open access to publications resulting from Horizon 2020 and that support will be provided towards developing both types of open access; with infrastructures in the first case, and subsidies to meet open access publishing fees in the second. Another significant development announced in the Communication is a pilot for open access to scientific data generated by projects in selected areas of Horizon 2020.

MedOANet strongly supports the call for harmonization of policies and the adoption of national strategies and infrastructures by all the Member States. We especially welcome the recommendations for the establishment of relevant open access policies by public funders and academic institutions receiving public funding as a rule in the Member States. These are policies requiring immediate open access to publicly funded research with potential embargo periods of no longer than six months after publication (or twelve months for social sciences and humanities).

These recommendations are completely convergent with MedOANet’s mission and objectives to enhance existing policies, strategies and structures for Open Access, to contribute towards the implementation of new ones and to promote national and regional coordination. The European Commission’s Communication and Recommendation on access to publicly funded research strengthens the commitment of the project partners to work in facilitating the implementation of open access policies among research funders and research performing institutions in the six Mediterranean countries involved in the project and beyond by collaborating with policymakers and major stakeholders in a coordinated fashion.

Information: vkala@ekt.gr, tsoukala@ekt.gr
MedOANet (www.medoanet.eu) addresses the necessity for coordinated strategies and policies in Open Access to scientific information in Europe. The project will enhance existing policies, strategies and structures for Open Access and will contribute towards the implementation of new ones in six Mediterranean countries: Greece, Turkey, Italy, France, Spain, Portugal. It will also promote national and regional coordination of policies, strategies and structures in these six countries and beyond.

The MedOANet Partners:
National Documentation Centre/NHRF (Greece-Coordinator)
FECYT – Fundación Española para la Ciencia y la Tecnología (Spain)
UMINHO – University of Minho (Portugal)
CNRS – Centre National de la Recherche Scientifique (France)
CASPUR – Consorzio Interuniversitario per le Applicazioni di Supercalcolo Università e Ricerca (Italy)
HACETTEPE UNIVERSITESI – Hacettepe University (Turkey)
ENCES – European Network for Copyright in Support of Education and Science (Germany)
LIBER – The Stichting LIBER Foundation (The Netherlands)
UNOTT – University of Nottingham (United Kingdom)

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

Open Access e projeto MedOAnet em destaque no Porto Canal

Open Access e projeto MedOAnet em destaque no Porto Canal

No passado dia 6 de junho Eloy Rodrigues foi convidado do programa de televisão “Mentes que brilham” do Porto Canal para falar sobre o Open Access a propósito da apresentação do projeto europeu MedOAnet.

Autor: Pedro Príncipe

Profissional de informação, documentação e comunicação. Actualmente nos serviços de documentação da Univ. Minho como gestor de projectos Open Access - OpenAIRE e OpenAIREplus. Formador de TIC. Vive com paixão!

By 22 de Agosto de 2012 0 Comments Read More →
MedOANet juntou parceiros para avaliar o mapeamento das políticas OA realizado nos primeiros meses do projeto

MedOANet juntou parceiros para avaliar o mapeamento das políticas OA realizado nos primeiros meses do projeto

Decorreu no dia 16 de Julho de 2012, em Madrid, o Workshop para os parceiros do Projeto MedOANet. Este evento faz parte da lista de atividades do projeto. Foi organizado pelo parceiro de Espanha – FECYT – que é a Fundação Espanhola para a Ciência e a Tecnologia.

Teve como objetivo juntar os parceiros do projeto para participarem num fórum de discussão sobre o trabalho desenvolvido até ao momento relativo à identificação e ao mapeamento das políticas, das estratégias e das estruturas existentes nos seis países do Mediterrâneo e delinear os trabalhos futuros. A identificação das políticas, estratégias e estruturas de cada um dos seis países foi realizada através da utilização de três inquéritos por questionário dirigidos a instituições que desenvolvem investigação científica, a financiadores da ciência e a editores de revistas científicas.

Os resultados dos inquéritos pretendem dar uma visão geral da corrente situação das políticas e práticas de acesso aberto na França, Grécia, Itália, Portugal, Espanha e Turquia destacando determinados tópicos relacionados com o acesso aberto como: os direitos de autor, o licenciamento, a implementação de políticas e a sua monitorização.

De uma forma geral, os resultados destes inquéritos, nos seis países participantes no estudo, enfatizam o papel importante das instituições que desenvolvem investigação científica na promoção e disseminação do acesso aberto revelando-se como um forte impulsionador de mudança ao acesso dos resultados da investigação científica. Pelo contrário, os financiadores da ciência reportaram fracos desenvolvimentos na definição e implementação de políticas de acesso aberto demonstrando, no entanto, vontade de um envolvimento mais efetivo nesta área. Os editores científicos com maior número de respostas são de pequena e média dimensão, a maioria, sociedades científicas. Grande parte dos editores já permite alguma forma de acesso aberto aos artigos que publicam, mesmo, se não apresentarem de uma forma clara os procedimentos relacionados com os direitos de autor e com o licenciamento das suas publicações.

Os parceiros irão apresentar relatórios detalhados com a análise dos dados dos seis países participantes no estudo, assim como, os resultados gerais, a análise de temas específicos e as conclusões.

O resumo do Workshop publicado pela LIBER está disponível neste endereço: http://medoanet.eu/news/medoanet-partner-workshop

Autor: Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.