By 30 de Novembro de 2017 Read More →

Rumo ao futuro: os repositórios da próxima geração

A Confederação de Repositórios de Acesso Aberto (COAR), publicou o relatório do grupo de trabalho sobre repositórios da próxima geração “Behaviours and Technical Recommendations of the COAR Next Generation Repositories Working Group”.

Em abril de 2016, a Confederação de Repositórios de Acesso Aberto (COAR) lançou o Grupo de Trabalho Repositórios da Próxima Geração para identificar novas funcionalidades e tecnologias para repositórios. O relatório agora publicado, apresenta os resultados do trabalho deste grupo, incluindo recomendações para a adoção de novas tecnologias, normas e protocolos que ajudarão os repositórios a tornarem-se mais integrados no ambiente da web e lhes permitirão alargar o seu papel no ecossistema de comunicação académica.

Na COAR, acreditamos que a rede globalmente distribuída de mais de 3000 repositórios pode ser alavancada para criar um sistema de comunicação académica e científica mais sustentável e inovador, ultrapassando os constrangimentos e limitações do sistema atual que é dominado por um pequeno grupo de editores comerciais. Coletivamente, os repositórios podem fornecer uma visão abrangente da investigação em todo o mundo e, simultaneamente, permitir que cada investigador e instituição participem na rede global de investigação científica e académica.

A criação de serviços adicionais, como métricas de uso padronizadas, comentários, revisão por pares e funcionalidades de redes sociais “por cima” de uma rede global confiável de repositórios tem potencial para oferecer uma alternativa viável ao sistema atual, tornando-o mais centrado nos interesses da investigação (maximizar a disseminação, aumentar a eficiência e minimizar/otimizar os custos), aberto e favorável à inovação e, last but not least, dirigido e gerido pela comunidade académica.

Um componente importante desta visão é que os repositórios fornecerão acesso a uma ampla variedade de resultados de investigação, criando condições para que uma maior diversidade de contribuições para o registo académico seja acessível e também formalmente reconhecido nos processos de avaliação da investigação.
A visão da COAR está alinhada com outras, como a apresentada no Future of Libraries Report do MIT, que estão a definir um novo papel para as bibliotecas no século XXI. Um papel que envolve uma mudança das bibliotecas focadas na aquisição e disponibilização de conteúdos para os seus utilizadores locais, para bibliotecas que garantam a curadoria, valorização, disseminação e partilha com o resto do mundo dos resultados da investigação realizada pelas suas instituições e comunidades.

Nos próximos meses a COAR pretende, para além de disseminar o relatório agora publicado e fomentar a rápida a adoção das suas recomendações pelas principais plataformas de software para repositórios, promover a atualização das recomendações, criando condições e usando as ferramentas (nomeadamente o GitHub) que permitam o envolvimento permanente da comunidade.

Autor: Eloy Rodrigues

Diretor dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho

Comments are closed.