By 19 de Novembro de 2018 Read More →

4.º Fórum de Gestão de Dados de Investigação

No dia 16 de novembro teve lugar o 4.º Fórum de Gestão de Dados de Investigação, na cidade de Castelo Branco, no Instituto Politécnico de Castelo Branco – Escola Superior de Tecnologia.

Este fórum assume-se como um espaço de debate e partilha de ideias, projetos, iniciativas emergentes e boas práticas na gestão de dados de investigação. É igualmente objetivo deste fórum capitalizar saberes e práticas, permitindo uma maior sensibilização e abertura do seu âmbito para as áreas das infraestruturas tecnológicas, de serviços e políticas associadas à GDI.

O momento da partilha de experiências (flashtalks), contou com duas abordagens distintas: uma pela pendente das infraestruturas para a GDI e outra, com especial enfoque para a área da formação e da capacitação dos profissionais, que direta ou indiretamente lidam com dados de investigação.

 

A sessão plenária deste ano contou com a presença da diretora da secção de Ciência de Dados do Instituto de Ciências Quantitativas da Universidade de Harvard, Mercè Crosas, que veio partilhar connosco a sua experiência, com a comunicação intitulada: “Research data management at Harvard, data sharing and dataverse project.

Na parte da tarde, em sessões paralelas, tivémos 2 workshops: o já habitual “Café com Dados”, desta vez com o foco na “… demonstração de ferramentas para o ciclo de vida dos dados”, discussão sobre Open Data e como tratar os Dados FAIR.

O outro workshop abordou a temática da “Proteção de dados e privacidade: questões legais na gestão de dados de investigação” e contou com a participação de:

Henrique Manuel Dinis Santos, Departamento de Sistemas de Informação da Universidade do Minho, e

Mercè Crosas, Instituto de Ciências Sociais Quantitativas da Universidade de Harvard

Todas as apresentações e gravações poderão ser vistas aqui.

No final deste dia ficou a sensação de dever cumprido, com resultados bastante positivos, de uma comunidade que está em franco crescimento, conforme se tem vindo a constatar, desde a criação deste Fórum. Outro momento alto foi o anúncio da criação do Nó Português da RDA e das repercussões positivas que poderá ter, para o contínuo afirmar da GDI em Portugal.

Na senda ficaram outras ideias, como a contínua dinamização desta comunidade ao longo do ano, através da criação de momentos de debate, conversas, sessões de esclarecimento, webinars, entre outras.

Vemo-nos em 2019!

Autor: Paula Moura

Projetos Open Access | Universidade do Minho - Serviços de Documentação

Comments are closed.