By 28 de Janeiro de 2019 Read More →

Política de Aquisição de Conteúdos (OpenAIRE)

No último trimestre de 2018 a Infraestrutura OpenAIRE apresentou e tornou pública a sua nova Política de Aquisição de Conteúdos (OpenAIRE) – OpenAIRE’s Content Aquisition Policy


A política de aquisição de conteúdos permite ao OpenAIRE recolher metadados de recursos provenientes de projectos de investigação científica (publicações, conjuntos de dados, software) e, estabelecer ligações entre estes recursos, que têm as mais variadas proveniências – repositórios institucionais ou disciplinares, portais agregadores, revistas digitais e bases de dados de publicações, repositórios de dados e de software.

O OpenAIRE ainda enriquece esses metadados, a partir das ligações (links) que faz entre estes diferentes produtos, através de processos de text and data mining (TDM). O core de toda esta acção, está na facilidade de acesso ao manancial de informação afeta a um projecto e a sua capacidade de interligar todos os seus produtos, permitindo que se tenha uma maior  monitorização dos fluxo de trabalho, no que diz respeito às publicações científicas, em prol da Ciência Aberta (ex. reprodutibilidade científica e avaliação mais transparente).

Neste sentido, o OpenAIRE incorpora metadados de todos os produtos científicos, desde que respeitem o modelo e a semântica expressos na diretrizes OpenAIRE. Por outras palavras, significa que, quer o recurso se apresente em acesso aberto ou não, este será recolhido, assim como serão feitas ligações (links) para outros produtos, sempre que possível (caso existam os Identificadores Únicos Persistentes – PID). O mesmo processo é aplicado aos conjuntos de dados (datasets) que possam conter ligações a outros recursos, estes não são integrados no OpenAIRE mas sim identificados (link) e redirecionados para a fonte original, onde estão depositados.

O OpenAIRE também coleta texto integral dos repositórios em acesso aberto, sempre que este se apresente acessível – via URL do registo de metadados. Esta informação é utilizada para o processo de text and data mining, com vista ao enriquecimento dos registos. Assim, o utilizador final poderá pesquisar e aceder à informação a partir do portal OpenAIRE, e para descarregar o ficheiro será reencaminhado para a fonte original do registo. Poderá saber mais sobre a utilização do texto integral aqui.

Outras informações adicionais veja aqui.


Autor: Paula Moura

Projetos Open Access | Universidade do Minho - Serviços de Documentação

Comments are closed.