OpenAIRE – criando ligações na Ciência Aberta: novo esquema de recolha de informação científica (fase de consulta)

. 6 de Janeiro de 2020

Quando falamos em comunicação científica aberta, referimo-nos à possibilidade de partilha, à capacidade de descoberta no universo digital, à efetiva monitorização e avaliação, potenciando a reprodutibilidade da ciência de uma forma aberta e transparente.

Para o efeito, deveremos entender a informação (metadados) sobre a produção científica e académica inserida num “espaço de informação de investigação” (information research graph), onde os identificadores persistentes assumem um papel fulcral na construção desta malha de infindáveis acessos e ligações entre publicações e recursos científicas e ligações semânticas em acesso aberto.

O trabalho que se apresenta é fruto de um investimento realizado durante a última década, para agora atingir esta dimensão de recolha de metadados de Ciência Aberta, reunidos neste “espaço de informação de investigação” do OpenAIRE, lançado em versão Beta (https://beta.explore.openaire.eu/) e em fase de consulta pública. Esta representação recolhe de forma maciça, metadados e links, estabelecendo ligações entre artigos, conjuntos de dados, software e outros produtos de investigação, com outras entidades como organizações, financiadores, outras fontes de financiamento, projetos, comunidades de investigação e outras fontes de dados.

A partir deste momento, o OpenAIRE agrega cerca de 450 milhões de registos de metadados, com links provenientes de mais de 10.000 provedores de dados académicos.

Estes registos são submetidos a um processo de “limpeza” e deduplicação de registos equivalentes, devolvendo cerca de 110 milhões de publicações, 10 milhões de conjuntos de dados, 180 mil registos de software e 7 milhões de outros produtos de investigação, com cerca de 480 milhões de ligações bi-direccionais (ligações entre diferentes recursos). Todos estes produtos estão, por sua vez, associados a 7 comunidades de investigação, a organizações e projetos de cerca de 29 financiadores internacionais.

Esta poderosa ferramenta, em constante desenvolvimento, será a fonte autoritativa para a European Open Science Could (EOSC), na medida em que fornecerá um catálogo com todos os produtos científicos, incutindo, desde a sua génese, novas práticas de “fazer” Ciência, servindo de propulsor e promotor de uma Ciência que se pretende mais Aberta e Transparente.

Poderá explorar e testar esta versão beta do OpenAIRE Research Graph (esquema de informação de investigação do OpenAIRE) no portal do OpenAIRE em https://beta.explore.openaire.eu/, ou através do Zenodo via Data Dumps (Scholexplorer e DOIBoost).

Fase de consulta pública

O OpenAIRE está a recolher feedback sobre a qualidade dos metadados antes de lançar o research graph em produção, até ao final do mês de janeiro. Dê o seu feedback via Trello ou via Helpdesk do OpenAIRE! Contamos com o seu contributo!

Para mais informação:

Consulte aqui o artigo mais completo em inglês;
Veja a gravação do webinar aquando do lançamento da versão beta;
Para informações mais detalhadas contacte o Diretor Técnico do OpenAIRE – Paolo Manghi (paolo.manghi[at]isti.cnr.it)

Tags: , ,

Categorias: OpenAIRE, sobre os projetos

Sobre o Autor ()

Paula Moura: Projetos Open Access - Universidade do Minho - Serviços de Documentação

Comentários encerrados.