Atividades do projeto FAIRsFAIR para o desenvolvimento de um quadro de competências para os dados FAIR

. 21 de Outubro de 2020

O projeto FAIRsFAIR – Fostering Fair Data Practices in Europe – tem como objetivo disponibilizar soluções práticas para a adoção dos princípios dos dados FAIR (Findable, Accessible, Interoperable, Reusable) ao longo do ciclo de vida dos dados de investigação.

FAIRsFAIR logo

Uma das áreas do projeto – WP7: FAIR Data Science and Professionalisation – tem como objetivo desenvolver recursos e construir comunidades que apoiem a adoção de práticas de Gestão de Dados de Investigação e dos Princípios FAIR nos currículos do Ensino Superior. Com vista ao cumprimento deste objetivo, destacam-se dois dos resultados já alcançados, nomeadamente:

Estudo realizado junto de Instituições de Ensino Superior Europeias com vista a construir uma base para a identificação das práticas existentes e das suas necessidades. Como principais conclusões, foi possível identificar qual o nível de conhecimento sobre os princípios FAIR por parte dos diferentes intervenientes, tendo-se verificado que é superior junto do pessoal profissional e de suporte, bem como junto dos cargos de liderança institucional. Foi ainda possível identificar que políticas de gestão de dados de investigação (GDI) FAIR estão implementadas nas instituições (60% das Universidades dispõem de uma política de GDI), que tipo de suporte é disponibilizado pelas Universidades para auxiliar os investigadores em tornar os dados FAIR (80% das Universidades disponibiliza recursos de formação/suporte para investigadores, no entanto no que diz respeito a recursos que auxiliem na adoção dos princípios FAIR, são ainda poucas as instituições que disponibilizam recursos específicos), e quais são as ações prioritárias que as Universidades identificam como sendo fundamentais para as auxiliar a desenvolver e implementar políticas de dados FAIR (sendo identificadas 3 principais ações: formação para profissionais e equipa de suporte na área de GDI, melhorar a disponibilidade de ferramentas e recursos para informar as Universidades sobre GDI, e formação para investigadores sobre GDI FAIR em domínios específicos.

Grau de conhecimento sobre os Princípios FAIR

Fonte: FAIRsFAIR

Os principais resultados e conclusões deste relatório estão disponíveis em www.fairsfair.eu/fair-european-higher-education.


FAIRsFAIR D7.2
D7.2 Briefing on FAIR Competences and Synergies https://zenodo.org/record/4009007

Este relatório apresenta uma visão geral e análise de diferentes quadros de competências existentes, recursos e iniciativas de formação na área da gestão de dados de investigação, Ciência Aberta e dados FAIR, e ainda uma seleção de casos de uso a nível institucional, nacional e infraestruturas de investigação. Tem com o objetivo de informar e apoiar a futura formulação e aplicação de quadros de competências relevantes, em particular para ser desenvolvido no âmbito das atividades do projeto FAIRsFAIR.

Relativamente aos quadros de competências, foram identificados um conjunto de recursos disponíveis nas áreas das ciências dos dados e data stewardship. São identificados quadros de competências com diferentes abordagens, desenvolvidos em torno de domínio específicos, ou de aplicação geral (não desenhados especificamente para cursos de 1º, 2º ou 3º ciclos). Com o objetivo de apoiar a integração de competências de GDI nos currículos do Ensino Superior, parece haver uma lacuna de recursos que forneçam informação aos criadores de programas, sobre práticas específicas para a sua implementação e materiais de suporte sob a forma de estruturas e modelos de cursos ou currículos.

No que diz respeito aos programas de formação, os casos analisados são focados essencialmente nas áreas de GDI e nas competências de dados FAIR para profissionais em posições relacionadas com dados (data stewards entre outros), ou investigadores de diferentes níveis de carreira. Os programas analisados vão desde iniciativas mais genéricas sobre ciência dos dados ou administração de dados, a infraestruturas de investigação servindo diferentes áreas e domínios.

Para além do levantamento destas informações, este relatório fornece contributos relevantes para o desenvolvimento do quadro de competências para os dados FAIR, a ser apresentado pelo FAIRsFAIR até fevereiro de 2021, e para desenvolver recursos de formação para as universidades que aconselham sobre a integração de competências GDI/FAIR nos currículos do Ensino Superior.

Para conhecer em detalhe este relatório e os seus resultados, poderá consultá-lo em https://zenodo.org/record/4009007.

Sobre a participação da Universidade do Minho

A USDB – Unidade de Serviços de Documentação e Bibliotecas – colabora em diferentes áreas de ação do projeto, incidindo sobretudo nas atividades relacionadas com o desenvolvimento de competências FAIR no contexto do ensino superior, a integração da formação sobre dados FAIR nos currículos académicos e o mapeamento da oferta formativa existente.
Para saber mais sobre o FAIRsFAIR consulte o artigo no menu projetos, ou visite a página Web do projeto em https://www.fairsfair.eu/.

André Vieira

Membro do Gabinete de Gestão de Informação Científica, Repositórios e Ciência Aberta dos Serviços de Documentação e Bibliotecas da Universidade do Minho.

Tags: , , , , , , ,

Categorias: FAIRsFAIR, sobre os projetos

Comentários encerrados.