Novos critérios para integração de Revistas Científicas no SciELO Portugal

. 18 de Março de 2021

A iniciativa SciELO Portugal é uma biblioteca digital de acesso aberto, que abrange um conjunto de publicações com peer-review, de diferentes áreas do conhecimento, com o objetivo de promover as revistas científicas portuguesas e difundir mundialmente a produção científica nacional de qualidade, tornando-a acessível, de forma gratuita e em texto integral, a toda a comunidade científica nacional e internacional.

O SciELO Portugal passou recentemente por um processo de mudança na sua gestão para a Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. (FCT), a Unidade de Computação Científica Nacional da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT/FCCN) e Universidade do Minho (UM). Neste processo, além da atualização tecnológica do serviço, foi ainda constituído um novo Comité Consultivo.

Este novo Comité Consultivo atualizou os Critérios, Política e Procedimentos para a admissão e a permanência de revistas científicas na Coleção SciELO Portugal que passaram a vigorar desde janeiro de 2021 para as revistas que integram a Coleção assim como as revistas que apresentem candidatura desde essa data.

Os novos Critérios SciELO Portugal pretendem garantir a atualização do serviço de acordo com as diretivas centrais do projeto SciELO, o alinhamento com as boas práticas da Ciência Aberta e a integração com as novas normas da comunidade.

A adoção progressiva das boas práticas da Ciência Aberta é a principal ação que as revistas científicas devem realizar para cumprir os novos critérios, o que implica um ajuste nas suas políticas e na sua gestão editorial, no que diz respeito principalmente a:

– Todos os documentos publicados devem ter o respetivo DOI (Digital Object Identifier);

– Disponibilização dos ORCID’s (Open Researcher and Contributor ID) de todos os autores. O ORCID é um identificador único de investigadores;

– Definição da política editorial nas instruções aos autores da aceitação de Pré-prints em prol da transparência, qualidade e rapidez;

Publicação contínua, modalidade de publicação em que se publicam os trabalhos assim que são aprovados, como garantia da aceleração da comunicação científica;

– A disponibilização dos dados de investigação utilizados nos artigos em repositórios de Acesso Aberto;

– Possibilidade de revisão por pares aberta (open peer review).

Para as revistas integradas na iniciativa SciELO Portugal, existe ainda a adoção de um novo formato de publicação para todos os trabalhos enviados para a Coleção SciELO Portugal, o SciELO Publishing Schema (SciELO PS) XML. O SciELO PS é composto pelas especificações NISO JATS Journal Publishing DTD, versão 1.0 e o Estilo SciELO PS com regras especializadas da metodologia SciELO. O processo de marcação no formato SciELO PS deve ser efetuado pelas equipas editoriais das revistas em substituição do formato HTML anteriormente usado.

O projeto PUB IN apoia no cumprimento destes novos critérios através de uma base de conhecimentos que está disponível no seu website.

José Carona Carvalho

Gestor de Projeto no Gabinete de Projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. Gestão dos serviços de informação, apoio e formação são as áreas de intervenção.

Tags:

Categorias: blogue & notícias, dados científicos, nacional, publicações & documentos, recursos & referência, revistas

Comentários encerrados.