Eventos

Out
5
Sáb
2013
4ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto @ Universidade de São Paulo - USP
Out 5_Out 9 todo o dia

VISÃO GERAL

A 4ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto tem como objetivo promover o compartilhamento, a discussão, a geração e a divulgação de conhecimentos, práticas e pesquisas sobre o acesso aberto em todas as suas dimensões e perspectivas, servindo de catalisador à disseminação de políticas, pesquisa e desenvolvimento na área.

Atendendo ao Memorando de Entendimento assinado entre os Ministros da Ciência e Tecnologia de Portugal e do Brasil em Outubro de 2009, as edições anteriores da CONFOA, realizadas em 2010, 2011 e 2012, reuniram cerca de 600 participantes.

A CONFOA 2013 será realizada no Brasil, na Universidade de São Paulo, no período de 6 a 9 de outubro de 2013 e pretende reunir interessados em atividades de pesquisa, desenvolvimento, gestão de serviços e definição de políticas relacionadas com o acesso aberto à produção científica produzida em instituições luso-brasileiras de pesquisa e ensino superior.

PÚBLICO-ALVO

O evento visa estimular o envolvimento de pesquisadores, docentes, administradores, estudantes, profissionais e políticos, promovendo maior disseminação, penetração e articulação entre esses atores e o tema do acesso aberto na comunidade luso-brasileira.

TEMAS

Temas a serem tratados no âmbito da Conferência :

•    Políticas públicas de acesso aberto, mandatos em instituições de ensino, de pesquisa e desenvolvimento e em agências financiadoras de ciência
•    Softwares abertos, protocolos de interoperabilidade entre repositórios e outros sistemas de informação de apoio à atividade científica e acadêmica
•    Repositórios de publicações e dados científicos, revistas científicas e outros
•    Impacto do acesso aberto na comunidade científica e nos rankings tradicionais e alternativos
•    Acesso aberto para uma ciência e uma pesquisa aberta
•    Auto-arquivamento e envolvimento da comunidade científica na construção de repositórios
•    Direitos de autor

Serão aceitos trabalhos em português, espanhol ou inglês, desde que apresentem uma temática luso-brasileira e de abrangência nacional. Não serão aceitos trabalhos sobre casos restritos a uma dada instituição, repositório ou revista.

LOCAL

Universidade de São Paulo
Sistema Integrado de Bibliotecas
Biblioteca Brasiliana
Auditório Central
Rua da Praça do Relógio, 109
Cidade Universitária
São Paulo – SP – Brasil

Mar
27
Qui
2014
XI Jornadas APDISXI Jornadas APDIS @ Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
Mar 27_Mar 28 todo o dia

As XI Jornadas APDIS: “As Bibliotecas da Saúde: que futuro?” pretendem constituir um espaço de reflexão sobre o futuro das bibliotecas da área da saúde e, consequentemente, dos profissionais que aí desempenham funções, face à complexidade de abordagens que a problemática do acesso à informação científica e técnica apresenta nos nossos dias.

As Jornadas da APDIS constituem uma oportunidade privilegiada para os bibliotecários e demais profissionais de informação da área das Ciências da Saúde, provenientes de instituições diversas e, em muitos casos, geograficamente distantes, discutirem e aprofundarem conceitos, referenciarem e analisarem as boas-práticas existentes nesta área.

Mais nformação em: http://apdis.pt/jornadas/xi-jornadas/apresentacao

Set
16
Ter
2014
6th Conference on Open Access Scholarly Publishing (COASP) @ UNESCO Headquarters
Set 16@13:00_Set 18@14:00

The 6th Conference on Open Access Scholarly Publishing (COASP) will be hosted by UNESCO at their Paris Headquarters from September 17th – 19th, 2014. Further information will be posted on the Conference page as it becomes available – http://oaspa.org/conference.

Out
6
Seg
2014
5ª Conferência Luso-Brasileira sobre Acesso Aberto @ Universidade de Coimbra - Auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra
Out 6@8:30_Out 8@16:00

Na sequência do Memorando de Entendimento assinado entre os Ministros da Ciência e Tecnologia de Portugal e do Brasil em Outubro de 2009, e dando continuidade às conferências já organizadas, vai realizar-se nos dias 6 a 8 de outubro, na Universidade de Coimbra, Portugal, no Auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra, a 5ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto.

Esta Conferência tem como objetivo promover a partilha, discussão, produção e divulgação de conhecimentos, práticas e pesquisa sobre o acesso aberto em todas as suas dimensões e perspetivas, servindo de catalisador à disseminação de políticas, investigação e desenvolvimento na área.

A conferência pretende reunir as comunidades portuguesa e brasileira, que desenvolvem atividades de investigação, desenvolvimento, gestão de serviços e definição de políticas relacionadas com o acesso aberto ao conhecimento, através de repositórios e de revistas de acesso aberto, em instituições de investigação e de ensino superior.

TEMAS

Os temas a serem tratados no âmbito da Conferência são os seguintes:

– Repositórios de publicações científicas;

– Revistas científicas de acesso aberto;

– Repositórios de dados científicos;

– Políticas e mandatos de acesso aberto;

– Interoperabilidade entre os repositórios e outros sistemas de informação de apoio à atividade científica e académica;

– Sistemas de gestão da Ciência e Tecnologia (CRIS);

– Preservação digital;

– Direitos de autor;

– Acesso aberto, bibliometria e métricas alternativas.

Out
8
Qua
2014
Workshop ConfOA: Repositórios institucionais e o Open Data Pilot no Horizonte 2020 @ Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra
Out 8@9:00_12:00

Workshop promovido no âmbito da 5ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto.

Formadores: Kevin Ashley (Digital Curation Center) e Pedro Príncipe (Universidade do Minho)
Destinatários: Gestores de repositórios e bibliotecários

Descrição:
O objetivo deste curso é preparar os gestores de repositórios e os bibliotecários para o desempenho de novas funções e de oferecer novos serviços em Gestão de Dados Científicos e, mais especificamente, preparar os formandos para lidar com os requisitos do Open Research Data Pilot do programa-quadro Horizonte 2020.
O Open Research Data Pilot H2020 surge com o propósito de melhorar e maximizar o acesso e a reutilização de dados de investigação resultantes de projetos financiados pela Comissão Europeia. A rede de repositórios institucionais portugueses de acesso aberto (RCAAP) pode desempenhar um papel importante nesta iniciativa europeia, quer no apoio aos investigadores no seio das suas instituições, quer na sua sensibilização para o cumprimento dos objetivos do programa piloto H2020, no que se refere aos requisitos de dados científicos em acesso aberto.
Resultados:
Pretende-se que os gestores de repositórios adquiram conhecimentos sobre os requisitos de dados científicos do H2020 e competências básicas para desenvolver a capacidade de curadoria de dados locais; sobre a gestão do acesso a coleções de dados científicos; sobre a oferta de novos serviços na biblioteca e nos repositórios sobre aconselhamento aos investigadores e elaboração de planos de Gestão de Dados ou sobre a gestão de dados científicos dentro de um projeto.

Idiomas da formação: Inglês e Português

Inscrições disponíveis em http://goo.gl/RWdXFs

(Número de inscrições limitado a 30 participantes)

foster_logo

Evento apoiado pelo projeto FOSTER

Workshop ConfOA: Como cumprir com os requisitos do Acesso Aberto no quadro europeu Horizonte 2020 @ Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra
Out 8@14:00_16:00

Workshop promovido no âmbito da 5ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto.

Formadores: Victoria Tsoukala (EKT – National Documentation Centre); Eloy Rodrigues (Universidade do Minho); Ana Luísa Silva (Universidade de Coimbra)

Destinatários: Investigadores, docentes e alunos do terceiro ciclo (preferencialmente da Universidade de Coimbra)

Descrição:
O objetivo deste curso é o de informar os investigadores sobre as políticas de Acesso Aberto e de Dados Abertos do Programa-Quadro Horizonte 2020. Através do Horizonte 2020 a Comissão Europeia declara que todos os artigos revistos pelos pares, que resultem de projetos financiados por esta organização, devem ser disponibilizados em acesso aberto.
A oficina irá fornecer informações detalhadas sobre os requisitos para publicação em acesso aberto e sobre a ação-piloto de acesso aberto a dados científicos e aos planos de gestão de dados de investigação. Aos participantes serão dadas informações práticas sobre como cumprir com os requisitos do acesso aberto, e como integrar esses requisitos durante todo o ciclo de vida do projeto – desde a elaboração de propostas à avaliação final.
Resultados:
Esta oficina tem como objetivo reforçar o grau de cumprimento das políticas de Acesso Aberto e de Dados Abertos no programa-quadro Horizonte 2020, por parte dos investigadores portugueses. Assim, os participantes ficarão a:
– Ter uma melhor compreensão das vantagens do Acesso Aberto;
– Conhecer as políticas europeias sobre o Acesso Aberto;
– Conhecer os requisitos de Acesso Aberto do Horizonte 2020;
– Saber como cumprir com esses requisitos (quando publicam um artigo, depositam uma publicação ou submetem um projeto a financiamento)

Idiomas da formação: Inglês e Português
Inscrições disponíveis em http://goo.gl/WOL788
(Número de inscrições limitado a 50 participantes)

foster_logo

Evento apoiado pelo projeto FOSTER

Nov
4
Sex
2016
Workshop: Acesso Aberto no IPV @ Instituto Politécnico de Viseu
Nov 4@9:30_12:30

Tudo sobre o Acesso Aberto no IPV: as infraestruturas, os serviços e os requisitos FCT e H2020

Formadores: Ricardo Saraiva – Universidade do Minho; Paulo Lopes – FCT/FCCN; Vasco Vaz – FCT; Ângelo Fonseca – Instituto Politécnico de Viseu

Data: 4 de novembro, 3 horas, 9:30 – 12:30

Local: Instituto Politécnico de Viseu

Inscriçõeshttps://goo.gl/forms/n2rQN7LL1Y1e3ud42

Sessão que tem como objetivo prestar apoio à comunidade do IPV na adesão ao Acesso Aberto, informando-os do que é o Acesso Aberto, que serviços de apoio ao Acesso Aberto existem em Portugal, nomeadamente o RCAAP e as redes de repositórios institucionais, quais são os requisitos de Aceso Aberto dos financiadores de ciências mais relevantes para os investigadores do IPV, que métodos de cumprimento desses requisitos foram ou estão a ser implementados e, por fim, no que consiste o seu próprio repositório institucional e de que forma este os poderá apoiar na adesão e cumprimento dos requisitos de Acesso Aberto.

Programa:

  1. Introdução ao Acesso Aberto – conceitos base, vias, benefícios e mitos
  2. O RCAAP, a rede de repositórios nacionais e o OpenAIRE
  3. Políticas e requisitos de Acesso Aberto dos financiadores de ciência— A Política de Acesso Aberto da Comissão Europeia no financiamento do H2020
    — A Política de Acesso Aberto da FCT
  4. O RCAAP e a implementação das Políticas de Acesso Aberto da FCT e do H2020
  5. A implementação da Politica de Acesso Aberto nos sistemas da FCT de gestão de projetos de investigação – reporte científico e financeiro
  6. O Repositório do IPV – serviços e funcionalidades
  7. Sessão de debate, perguntas e respostas
Workshop: Sistemas CRIS @ Instituto Politécnico de Viseu - Portugal
Nov 4@9:30_12:30

Sistemas de Gestão de Ciência e Repositórios

Formadores: João Mendes Moreira – FCT/FCCN; Fernando Ribeiro – FCT/FCCN; Cátia Laranjeira – FCT/FCCN, José Carvalho – Universidade do Minho

Data: 4 de novembro 2016, 9:30 – 12:30

Local: Instituto Politécnico de Viseu

Inscriçõeshttps://goo.gl/forms/n2rQN7LL1Y1e3ud42

A gestão de ciência tem ganho, nos últimos anos, um papel cada vez mais importante pois a mesma tem o potencial de permitir:aceder a informação relevante, gerir e reportar, optimizar o processo de financiamento, medir e analisar a actividade de investigação, descobrir tecnologias e ideias inovadoras, identificar da concorrência, aceder a informação fidedigna, completa e atualizada sobre as instituições onde se pratica investigação.

Este workshop está organizado em duas partes. A primeira visa traçar um panorama sobre os sistemas de gestão de ciência e o referencial normativo necessário para os interligar. A segunda visa explicar o papel dos repositórios no ecossistema de gestão de ciência e as boas práticas para assegurar uma interação neste ecossistema.

Programa:

1 Introdução/Motivação: Sistemas de gestão de ciência
2 Diretrizes nacionais e internacionais, infraestruturas e serviços
3 Repositórios: Desafios de alinhamento com diretrizes nacionais/internacionais
4 Repositórios e a política de acesso aberto da FCT
Intervalo
5 DSpaceCRIS: Gerir ciência com um repositório institucional
6 DSpaceCRIS e o RCAAP
7 Questões, debate e encerramento