Primeiros resultados do estudo aos investigadores em Portugal sobre Acesso Aberto

. 29 de Outubro de 2012 . 0 Comments

O estudo “Os investigadores em Portugal e a sua relação com o Acesso Aberto à produção científica” foi uma iniciativa enquadrada no âmbito dos Projetos Open Access desenvolvidos nos Serviços de Documentação da Universidade do Minho, nomeadamente os projetos europeus OpenAIRE, OpenAIREplus e MedOANet.

Para a recolha de dados, foi usado um inquérito por questionário, distribuído online e dirigido a todos os investigadores portugueses e em particular a participantes e coordenadores de projetos financiados pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e pelo 7º Programa-Quadro da Comissão Europeia.

O estudo foi estruturado em 3 grandes grupos, para além de uma primeira secção dedicada à caracterização e identificação dos participantes. O primeiro reflete o nível de participação em projetos, o segundo é focado na opinião dos inquiridos relativamente ao acesso aberto e o terceiro é dedicado à prática de publicação e acesso aberto.


Os primeiros resultados foram apresentados em dois eventos recentes realizados no mês de outubro de 2012: CONFOA2012 e 11º Congresso BAD. Para este último evento foi produzido um artigo e uma apresentação com os principais resultados do estudo que estão acessíveis neste endereço: http://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/20521
A publicação do relatório final, e a disponibilização dos dados recolhidos no inquérito por questionário,  deverá ocorrer em Novembro de 2012.

Clara Parente Boavida

Membro da equipa de projetos Open Access dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho. A desempenhar funções como Open Access Advisor desde 2009.

Tags: , , , , , ,

Categorias: blogue & notícias, nacional, políticas, sobre os projetos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *